Fundação Renova

33 – Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce

Objetivo do programa

O programa contempla a implementação de medidas de educação ambiental em parceria com as prefeituras dos municípios atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão.

Progresso do programa

Não houve fatos relevantes no último mês.

Formação de Lideranças Jovens
• Conclusão da etapa de Articulação Institucional das áreas 1, 2, 3 e 5 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens. A apresentação do projeto para as prefeituras aconteceu parcialmente de forma virtual, devido à medida de isolamento social provocada pela pandemia de COVID-19.
Processo de Interface: Educação para Planejamento de Território Sustentáveis Conclusão da elaboração do Projeto Político Pedagógico do Curso de Formação de Formadores em Agroecologia para os Assentados (as) da Reforma Agrária de Minas Gerais
• Conclusão da Mobilização para a 1ª turma do Curso de Formação de Formadores em Agroecologia para os Assentados (as) da Reforma Agrária de Minas Gerais.
• Conclusão da elaboração da proposta do Diagnóstico Educacional que subsidiará as formações em agroecologia nos dez Assentamentos da Reforma Agrária de Minas Gerais.

Processo de Interface: Educação para Planejamento de Território Sustentáveis.
• Conclusão do processo de contratação da instituição (CEFORMA) responsável pela execução da formação dos assentados da reforma agrária no Espírito Santo em interface com o PG026, a partir da assinatura do termo de parceria e realização do kick off.

Processo de Interface: Educação para Planejamento de Territórios Sustentáveis
• Conclusão da mobilização de 74 propriedades contendo 218 nascentes na Bacia do Suaçuí/MG, 84 propriedades contendo 157 nascentes na Bacia de Pontões/ES e 38 propriedades contendo 106 nascentes na Bacia de Piranga/MG, referente à interface entre os Programas de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce (PG033) e de Recuperação de Nascentes (PG027).

Projeto Formação de Lideranças Jovens
• Conclusão da oficialização da contratação de funcionários, e estrutura do escritório da instituição responsável pela área 1 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Conclusão da validação do plano de trabalho da instituição responsável pela área 1 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Conclusão da oficialização da contratação de funcionários, e estrutura do escritório da instituição responsável pela área 2 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Conclusão da validação do plano de trabalho da instituição responsável pela área 2 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Conclusão da oficialização da contratação de funcionários, e estrutura do escritório da instituição responsável pela área 3 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Conclusão da validação do Plano de trabalho da instituição responsável pela área 3 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Conclusão da oficialização da contratação de funcionários e estrutura do escritório da instituição responsável pela área 5 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Conclusão da validação do plano de trabalho da instituição responsável pela área 5 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Conclusão do processo de contratação da instituição responsável pela área 5 do 1º Ciclo do Projeto de Formação de Lideranças Jovens, através da assinatura do Termo de Parceria.

Processo de Interfaces Educação para Planejamento de Territórios Sustentáveis
• Conclusão do processo de contratação da parceria com a Fundação Francisca Veras, para formação e engajamento de 10 assentamentos de Minas Gerais, em interface com o PG026. Essa entrega refere-se ao Marco “Assinatura do Termo de Parceria com Fundação Francisca Veras para formação de Assentados da Reforma Agrária em Minas Gerais (Curso técnico em agroecologia e restauração florestal)”.
Projeto Formação de Lideranças Jovens
• O processo de contratação das instituições parceiras para execução do primeiro ciclo da Formação de Lideranças Jovens, previsto para janeiro/2020, não foi concluído. Causa: a contratação referente à execução da área 4 (Baixo Rio Doce) do projeto demorou mais que o previsto em uma das etapas da área de suprimentos, impedindo a realização do kick-off em janeiro/2020. Contramedida: articular com a instituição parceira para realizar o kick-off antes do início previsto da execução, sem comprometer o planejamento do projeto, com data prevista para 15/03/2020.

Projeto Formação de Lideranças Jovens
As entregas previstas no relatório CIF anual 2018 para o exercício 2019, não contempladas neste relatório, não foram realizadas. Causa: Adequação do plano de trabalho em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Contramedida: Ajustar o cronograma de acordo com o plano de trabalho elaborado em parceria com a UFMG/UFOP.
Definição do Programa
Entrega da atualização do documento “PG033 - Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce — Projetos Executivos” em atendimento ao item 2 Nota Técnica nº 24, Deliberação nº 288 e ata da Reunião Extraordinária realizada entre a Fundação Renova e CT-ECLET. Esta entrega refere-se ao Marco “Deliberação 288 — Item 1”.

• Conclusão interna da Deliberação 240 a partir do envio de Ofício à Câmara Técnica de Educação, Cultura, Lazer e Turismo (CT-ECLET). Esta entrega refere-se ao Marco “Deliberação 240 - Item 1: Referente à NT 18/2018 relacionada à concessão de bolsas de estudos para professores participantes da Formação de Educadores, cujo valor unitário e procedimentos deverão ser definidos pela Fundação Renova”.

• Divulgação do resultado das instituições parceiras para realização do primeiro ciclo do Projeto de Lideranças Jovens. Essa entrega refere-se ao marco “Seleção das instituições parceiras para realização do primeiro ciclo do Projeto de Lideranças Jovens”.

• Entrega do plano de trabalho com parceria UFMG/UFOP para realização do Projeto de Formação de Educadores e Gestores.
• Entrega da proposta do “Projeto Integrado dos Assentamentos”, relacionado à interface com os Programas 18, 17 e 26.

• Entrega do Relatório de Definição do Programa em atendimento ao item 2 da Nota Técnica nº 24/2019; Deliberação nº 288 e ata da Reunião Extraordinária realizada entre a Fundação Renova e CT-ECLET.

Definição do Programa:
• Finalização da segunda revisão dos Projetos Executivos do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce, em atendimento à Nota Técnica nº 24; Deliberação nº 288 e ata da Reunião Extraordinária realizada entre a Fundação Renova e CT-ECLET.
Projeto Formação de Lideranças Jovens:
• Divulgação do resultado do Chamamento Público para cadastramento de avaliadores das propostas Técnicas do Edital Formação de Lideranças Jovens- CICLO 01.
• Seleção e Contratação dos avaliadores das Propostas Técnicas do Edital de Formação de lideranças Jovens- CICLO 01.
Processo de Interfaces: Educação para o Planejamento de Territórios Sustentáveis:
Interface com o Programa de Recuperação de Nascentes:
• Visitas às propriedades rurais dos municípios de Governador Valadares, Guanhães, Sabinópolis, Virginópolis e Resplendor (Bacia do Suaçuí) para mobilização dos produtores (as) e validação das nascentes que serão recuperadas durante o ano.
• Realização das oficinas de Mapa Falado e Caminhada Transversal com os produtores (as) rurais dos municípios de Governador Valadares, Guanhães, Sabinópolis, Virginópolis e Resplendor (Bacia do Suaçuí) a fim de mobilizá-los e engajá-los na recuperação das nascentes durante o ano 3.

Projeto Formação de Lideranças Jovens:
• Recebimento de propostas das instituições inscritas no Edital de Lideranças Jovens. Total de 15 propostas recebidas nos 5 territórios de atuação da Fundação Renova.
• Divulgado resultado do Chamamento Público para credenciamento de profissionais para composição da comissão avaliadora das propostas técnicas do Edital de Formação de Lideranças Jovens – Ciclo 1. Total de 55 inscritos e 10 selecionados.

Projeto Formação de Educadores e Escolas Experimentais:
• Validação do estudo de viabilidade para concessão de curso de especialização e bolsas pela Câmara Técnica de Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo (ECELT).
Projeto Formação de Lideranças Jovens:
• Lançamento no site da Fundação Renova do Edital de Formação de Lideranças Jovens - CICLO 01, para contratação de instituições.
• Realização de cinco encontros de esclarecimento de dúvidas sobre o Edital de Formação de Lideranças Jovens - CICLO 01 nos municípios de Mariana, Ipatinga, Governador Valadares, Colatina e Linhares, com a participação de 20 instituições.
• Lançamento no site da Fundação Renova do Chamamento Público para o credenciamento de profissionais para prestação de serviços destinados à avaliação e análise das Propostas Técnicas que serão recebidas via Edital de Chamamento Público - Formação de Lideranças Jovens – CICLO 01.

• Enviada versão final do edital para seleção de instituições especializadas em processos formativos e de desenvolvimento de projetos com jovens para CT-ECLT, em atendimento ao Projeto de Formação de Lideranças Jovens.
• Entregue para CT-ECLT o relatório final do estudo de viabilidade para concessão de curso de especialização e bolsas para professores da rede municipal e estadual dos 45 municípios atendidos pelo Programa de Educação para Revitalização da bacia do rio Doce. Conclusão da deliberação 240.

Entrega para CT-ECLT da primeira versão do edital para o desenvolvimento do projeto: Formação de lideranças jovens (seleção de instituições objetivando a formação de lideranças jovens em 45 municípios atingidos pelo evento nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, por meio da execução do projeto de formação de lideranças jovens do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce). Data da entrega: 21/03/2019.
Apresentado para CT-ECLT a primeira versão da proposta de parceria com as Universidades Federais de Minas Gerais e Ouro Preto (UFMG/UFOP) para execução do Projeto de Formação de Educadores e Escolas Experimentais para Revitalização da Bacia do Rio Doce nos municípios atingidos pelo rompimento da Barragem de Fundão no estado de Minas Gerais. Data da apresentação: 22/03/2019.
Realizadas reuniões de trabalho, entre equipes da Fundação Renova e das Universidades UFMG/UFOP, para dar continuidade à discussão da parceria e definição de proposta de trabalho. Data das reuniões: 18 e 25/03/2019.
Realizada reunião de trabalho, entre equipes da Fundação Renova e do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) para verificar possibilidades de parceria para execução do Projeto de Formação de Educadores e Escolas Experimentais para Revitalização da Bacia do Rio Doce, nos municípios atingidos pelo rompimento da Barragem de Fundão no estado. Data da reunião: 22/03/2019.
Realizada reunião com o Movimento dos Trabalhadores e equipe do Programa de Recuperação de Áreas de Preservação Permanente (PG026), Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce (PG033), com as áreas de Economia e Inovação, Jurídico e Relações Institucionais, para a definição do arranjo institucional para execução dos projetos de formação, restauração florestal e cadeia produtiva. Data de entrega: 15/03/2019.
Realizada reunião com a equipe de educação do Movimento dos Trabalhadores e Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce (PG033), com o objetivo de discutir e definir o plano de trabalho para os cursos de formação nos assentamentos que participarão do processo de restauração florestal. Data da reunião: 27/03/2019.
Construída a proposta de modalidade para oferta de bolsa de estudos aos educadores do Projeto de Formação de Educadores e Escolas Experimentais: levantamento de instituições ofertantes dos cursos para verificação de viabilidade técnica do repasse de bolsas de estudos, além do contato com agências de financiamento de pesquisas científicas com a mesma finalidade.

Entrega do Relatório Poetic do 1º Fórum de Educação para Revitalização da Bacia do rio Doce para CT-ECTL. Data de entrega: 19/02/2019.
Início das articulações com as universidades de Minas Gerais e Espírito Santo com objetivo de traçar o plano de trabalho para execução do Projeto de Formação de Educadores e Escolas Experimentais para Revitalização da Bacia do Rio Doce. Data de entrega: 25/02/2019.
Realização de reunião com o Movimento dos Trabalhadores e equipe do Programa de Recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APPs) para o desenvolvimento de ações de interface. Data de entrega: 25/02/2019.
Levantamento dos perfis dos cursos existentes e das ofertas previstas, junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES), considerando-se as ofertas relacionadas ao Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) e às especializações stricto sensu realizadas por Instituições de Ensino Superior (IES), com especial atenção àquelas situadas nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.
Construção de proposta de modalidade para oferta de bolsa de estudos aos educadores.

Relatório analítico do 1º Fórum de Educação para Revitalização da Bacia do rio Doce entregue à Câmara Técnica — Esporte, Cultura, Turismo e Lazer no dia 03/01.
No dia 08/01, teve início o estudo de viabilidade para concessão de curso de especialização e bolsas para professores da rede municipal e estadual dos 45 municípios atendidos pelo Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce.
No dia 11/01, teve início a elaboração da proposta metodológica para constituição, desenvolvimento participativo e consolidação dos Indicadores de Monitoramento e Avaliação do Programa de Educação para a Revitalização da Bacia do Rio Doce.

Encontro de alinhamento e contribuições para reparação na foz do rio Doce entre Fundação Renova e Governo de Estado do Espírito Santo.

Disponibilização do relatório do 1º Fórum de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce para contribuições virtuais em plataforma específica (Google Docs) de 11 a 22/11. Foram obtidas apenas 5 contribuições.

Promoção de espaços para troca de experiências e reflexão sobre educação para revitalização da bacia do Rio Doce com o Fórum de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce, nos dias 17 e 18/10 em Colatina (ES), e nos dias 24 e 25/10 em Ipatinga(MG).

Durante o período de 30/08 a 04/09, foi realizado, em parceria com o Instituto Elos, a vivência OÁSIS nos municípios de Mariana, Belo Oriente e São Mateus. A vivência foi realizada pelos 102 jovens de 21 municípios da bacia do rio Doce que estão participando de um processo de formação de lideranças jovens. Nestas vivências, jovens e comunidades construíram e executaram projetos para transformação de suas realidades.
Em 17/09, foi realizada reunião com a Câmara Técnica de Educação, Cultura, Turismo e Lazer para apresentação e discussão dos projetos executivos e da proposta do Fórum de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce.
Durante o período de 27/09 a 02/10, foi realizado, em parceria com o Instituto Elos, um encontro com 102 jovens de 21 municípios da bacia do rio Doce, que participaram da vivência OÁSIS, para construírem coletivamente novas propostas para transformar as realidades ao longo do rio.

Realização de workshop nos dias 02/08, 03/08, 06/08, e 07/08 para formação dos técnicos em ferramentas de mediação e comunicação para a devolutiva do Plano de Ação do Sistema Estadual de Agricultura (PASEA). Em 09/08 houve encontro com membros do Movimento Sem Terra (MST) para definição de um plano de trabalho para projeto a ser realizado em parceria com a Fundação Renova. Em 17 e 18/08, o programa visitou o assentamento Prado Rosa, na Bahia, para conhecer a escola e outros projetos desenvolvidos pelo movimento. Foram realizados nos dias 09/08, 15/08, 23/08 e 29/08, encontros com as equipes responsáveis pela elaboração e execução do Plano de Adequação Socioeconômica e Ambiental (PASEA) para definições de interfaces relativas à devolutiva deste instrumento aos produtores rurais de Mariana, Barra Longa, Santa Cruz do Escalvado e Rio Doce. Em 13/08, foi entregue relatório analítico das contribuições virtuais para definição do programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce em resposta ao item 1.3 da Nota Técnica n° 11 da Câmara Técnica de Educação, Cultura, Turismo e Lazer.

Em 31/08, foi entregue o Projeto Executivo do Programa de Educação para Revitalização em resposta ao item 2 da Nota Técnica n° 11 da Câmara Técnica de Educação, Cultura, Turismo e Lazer.

Nesse mês, o programa participou da reunião extraordinária com membros da Câmara Técnica de Educação, Cultura e Turismo para discussão e definição do projeto de Formação de Educadores e Escolas Experimentais e entregou o prognóstico do Programa para Revitalização da Bacia do Rio Doce.

A equipe do programa participou de reuniões com os responsáveis pela elaboração e execução do Plano de Adequação Socioeconômica e Ambiental (PASEA) para definições de interfaces relativas à devolutiva deste instrumento aos produtores rurais de Mariana, Barra Longa, Santa Cruz do Escalvado e Rio Doce. Também atendeu a uma reunião com a equipe do Movimento Sem Terra (MST) para discussão da proposta de trabalho apresentada por eles na área da Educação.

Em Ipatinga/MG, o programa realizou a Oficina de Construção - Atuação Integrada trecho 03 Calha.

Em junho, representantes do programa participaram de reunião extraordinária com membros da Câmara Técnica de Educação, Cultura e Turismo e da Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais, para discussão e definição do projeto de Formação de Educadores e Escolas Experimentais.

Em outra reunião da Câmara Técnica de Educação, Cultura e Turismo, foram apresentados e debatidos os itens apontados em uma nota técnica.

A equipe do programa também participou de reuniões com os responsáveis pela elaboração e execução do Plano de Adequação Socioeconômica e Ambiental (Pasea). Durante o encontro, foram definidas as interfaces relativas à devolutiva desse instrumento aos produtores rurais de Mariana, Barra longa Santa Cruz do Escavaldo e Rio Doce.

Foi protocolado, ainda, o relatório de respostas à nota técnica da Câmara Técnica de Educação, Cultura e Turismo e revista da definição do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce. O Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce também foi aprovado pelo Comitê Interfederativo (CIF).

Foi protocolada a definição do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce.

A equipe de Uso Sustentável da Terra também se reuniu com equipes do programa para definir as interfaces e outros detalhes para a elaboração do curso sobre Ferramentas

Participativas e de Diálogo Social. A capacitação será destinada aos técnicos da Fundação Renova e seus parceiros que realizarão a devolutiva dos Planos Adequação Socioeconômica e Ambiental (Paseas) com os proprietários rurais atingidos.

Os técnicos da Progen que representam a Renova em campo (nas nascentes e APPs) concluíram curso de imersão em tecnologias sociais e ferramentas para diagnóstico participativos. A capacitação foi promovida pelo Centro de Informação e Assessoria Técnica (CIAAT).

O Cefip, organização sem fins lucrativos de referência em projetos no contexto escolar, também apresentou sua proposta de trabalho durante encontro com equipes da Fundação Renova. Na ocasião, foram mapeadas as possíveis parcerias relativas à capacitação de professores e gestores escolares.

Foi elaborado, ainda, o plano de trabalho a ser executado pelo Instituto Elos, que prevê a formação de lideranças jovens para conduzirem projetos comunitários.

A definição do Programa ainda está em discussão na Câmara Técnica de Educação, Cultura, Lazer e Turismo. Foi realizado um mapeamento de potenciais parceiros para sua execução.

Além disso, o programa apoiou a capacitação da equipe operacional dos programas de nascentes e Áreas de Proteção Permanente (APPs) em parceria com o Centro de Informação e Assessoria Técnica (CIAAT).

O programa apoiou o Centro de Informação e Assessoria Técnica (CIAAT) na elaboração da ementa e planejamento do curso de capacitação para a equipe operacional dos programas de recuperação de nascentes e áreas de preservação permanente.

A definição do Programa foi apresentada para a Câmara Técnica de Educação, Cultura, Lazer e Turismo.

Em apoio aos Programas de Recuperação de Nascentes e de Áreas de Preservação Permanente (APPs), foram realizadas reuniões de Protocolo de Consentimento. O objetivo é de formalizar a adesão dos produtores rurais e estabelecer engajamento em todas as etapas do processo de recuperação de 600 hectares de APP e 500 nascentes do ano 2.

Uma oficina colaborativa foi desenvolvida, em Governador Valadares (MG), para levantar contribuições para a elaboração do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce. Participaram do evento 102 gestores públicos dos municípios atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, membros dos Comitês de Bacia do Rio Doce, do governo do Estado de Minas Gerais e Espírito Santo.

Em apoio ao Programa de Recuperação de Nascentes e APPs, foram conduzidas reuniões de apresentação e mobilização dos produtores rurais para recuperação de áreas nas bacias Suaçuí, Piranga e Pontões.

Evento promoveu o encontro do idealizador do Plantando pelo Planeta, Felix Funkbainer, com os embaixadores de Mariana (MG) para apresentação das atividades do projeto, realização de oficina e plantio. O evento contou com a presença de outros jovens da cidade, convidados a conhecer o projeto.

Encontro com o idealizador do Plantando pelo Planeta, Felix Funkbeiner, reuniu cerca de 70 Embaixadores da Justiça Climática, formados nas academias de Mariana (MG). Na ocasião, foi realizado um bate-papo entre os jovens, além de uma oficina de gotejamento e plantio de mudas.

A Renova também se reuniu, em novembro, com a Câmara Técnica de Educação, Cultura, Lazer e Turismo para construção das diretrizes e bases do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce, que serão apresentadas na oficina com os gestores públicos, prevista para dezembro de 2017.

Foi elaborado o Termo de Referência para contratação da instituição que vai executar as etapas de mobilização, engajamento e formação dos produtores rurais para recuperação de 500 nascentes (ano 2) nas Unidades Hidrográficas de Gerenciamento de Recursos Hídricos (UGRH), de Piranga, Suaçuí e Pontões.

No Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce, foi validada junto à Câmara Técnica de Educação, Cultura, Lazer e Informação a proposta metodológica e a lista de convidados para a oficina de construção das bases do programa.

Para finalizar as atividades do Projeto Douradinho nas redes de educação municipal e estadual de Mariana, Barra Longa, Santa Cruz do Escalvado, Rio Doce, Governador Valadares, Ipatinga e Colatina, foram realizados o teatro e a visita de Thiago Cascabulho, autor do livro “Amiga Lata, Amigo Rio”. As atividades envolveram 3.260 alunos.

Dando continuidade ao Projeto Plantando pelo Planeta, os jovens embaixadores realizaram reuniões com a Secretaria de Desenvolvimento Social de Mariana para planejamento das atividades que acontecerão na visita do idealizador do projeto, prevista para o mês de novembro.

Em apoio ao Programa de Recuperação de Nascentes, a equipe de Educação Ambiental finalizou a proposta de mobilização, engajamento e formação dos produtores rurais para atender o segundo ano de atuação da frente. O programa foi encaminhado para avaliação dos comitês das bacias do Suaçuí, Piranga e São José.

Após seleção realizada pela Chamada do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce, 70 representantes de 39 experiências/boas práticas mapeadas se reuniram, no Encontro de Prosa e Saberes. A ação teve o objetivo de aproximar as experiências mapeadas, fortalecer a rede de cuidadores do rio Doce e inspirar a elaboração do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce. As experiências serão publicadas em um livro.

No projeto Plantando pelo Planeta, foi realizado o plantio de 100 mudas nativas na passarela Alameda dos Inconfidentes, em Mariana (MG). Além disso, alguns Embaixadores da Justiça Climática do município conduziram a primeira academia do Plantando pelo Planeta em Sorocaba (SP). Também foi conduzida reunião de planejamento com o secretário de Meio Ambiente de Mariana, com o objetivo de traçar as próximas ações do projeto no município.

Foram realizadas 5 reuniões para apresentar e organizar a Academia Plantando pelo Planeta. Essas reuniões aconteceram no município de Mariana (MG) e envolveram 37 pessoas, entre representantes das secretarias de Meio Ambiente e Educação, a escola Providência e grupos de jovens de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo, em Minas Gerais.

A apresentação da Academia Plantando pelo Planeta conseguiu reunir 110 jovens de todas as escolas municipais e de projetos sociais de Mariana e jovens representantes das comunidade impactadas de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo.

Aconteceram as reuniões com as equipes de Uso do Solo e World Wide Fund for Nature (WWF) para definição da proposta de mobilização, engajamento e formação dos produtores rurais para recuperação de nascentes.

A Chamada de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce teve suas inscrições finalizadas. Foram realizadas 64 inscrições, sendo 55 experiências práticas e nove propostas.

Publicação da Chamada de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce, que visa mapear experiências e boas práticas de educação e revitalização de bacias. Essa é a primeira etapa do processo de planejamento participativo e colaborativo de elaboração do Programa de Educação para Revitalização da Bacia do Rio Doce.

Mobilização de parceiros e jovens interessados em participar do Projeto Plantando pelo Planeta para atuar no plantio de espécies nativas. A área para a execução do primeiro plantio do projeto foi definida e fica entre Passagem de Mariana e Mariana, em Minas Gerais.

Em junho, foram capacitados 292 educadores pelo Projeto Douradinho das redes municipais e estaduais de Mariana, Barra Longa, Santa Cruz do Escalvado, Rio Doce, Governador Valadares, Ipatinga, em Minas Gerais, e de Colatina, no Espírito Santo.

No âmbito do Projeto Plantando pelo Planeta, foram realizadas ações de mobilização e articulação para realização das academias que formarão os jovens para atuarem como embaixadores contra a crise climática. Essas ações envolveram 176 pessoas, entre participantes da Semana do Meio Ambiente e representantes das Secretarias de Meio Ambiente, Educação Desenvolvimento Social e direção das escolas de Mariana.

Foi realizada uma visita ao Museu Inhotim com os jovens do Grupo João Artênsio, de Bento Rodrigues, além de uma reunião para o planejamento dos próximos passos.

Apresentação para a prefeitura de Mariana do projeto Plantando pelo Planeta (Plant For The Planet), que prevê a conscientização de jovens sobre as mudanças climáticas e o plantio de um milhão de árvores nativas ao longo da bacia do Rio Doce. A iniciativa é uma parceria da Renova e da organização Plant for the Planet, criada na Alemanha. A primeira turma foi capacitada no dia 26 de maio e os participantes receberam o certificado e o desafio de atuar como “Embaixadores da Justiça Climática”.

Começou a elaboração do plano de comunicação e mídia para mobilizar atores estratégicos da bacia do Rio Doce e levantar boas práticas para revitalização da região. Teve início, ainda, a estruturação do programa de Educação Ambiental nos municípios impactados.

Início da segunda etapa do Projeto de Educação Ambiental Douradinho – realizado pelo Instituto pelo Bem do Planeta, com apoio da Fundação Renova. Nessa etapa, representantes das Secretarias Municipais de Educação dos municípios participantes receberam o livro e as propostas pedagógicas da iniciativa. Em paralelo às entregas, a equipe do Douradinho (Instituto pelo Bem do Planeta) mantém contato periódico com as secretarias e superintendências para informá-los sobre o andamento do projeto.

Em parceria com os Centros de Referência da Assistência Social de Mariana (CRAS), ocorreram rodas de conversa com participantes do Projeto VertiCRAS - Hortas Verticais. Foi abordada a relação das hortas verticais com os temas economia, meio ambiente, qualidade de vida e saúde. O projeto VertiCRAS é de autoria do CRAS e a Fundação Renova apoia a iniciativa por meio dos programas de Proteção Social e de Educação Ambiental.

Em março, foram realizadas seis reuniões com o poder público para a adesão dos municípios de Mariana, Barra Longa, Santa Cruz do Escalvado, Rio Doce e Governador Valadares, em Minas Gerais, e Colatina, no Espírito Santo, ao Projeto Douradinho, de educação ambiental. Em parceria com os Centros de Referência da Assistência Social de Mariana (MG), foram realizadas rodas de conversa sobre temas, como economia, meio ambiente, qualidade de vida, saúde, além do Projeto VertiCRAS, de hortas verticais.

Foram promovidas, em parceria com os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), em Mariana (MG), oficinas para a produção de hortas verticais, por meio dos programas de Proteção Social e Educação Ambiental, com o fornecimento de mudas e substratos.

No último mês, foram promovidos encontros com o Grupo de Jovens de Bento Rodrigues (MG) para início das atividades do Programa de Educação Ambiental, divulgação dos serviços e atividades dos Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), no município de Mariana (MG), e ação ecológica no Parque Estadual do Itacolomi, realizada em 28 de janeiro.

No último mês, foram promovidas ações de fechamento do ano letivo na Escola Municipal Paracatu de Baixo (MG), além de rodas de conversa e oficinas com o Grupo de Jovens de Bento Rodrigues (MG).

No último mês, houve aderência do Grupo de Jovens de Bento Rodrigues (MG) às ações do programa, além da integração da comunidade escolar de Paracatu de Baixo (MG), por meio de atividades envolvendo música, dança e artesanato.

Foram promovidos encontros com o Grupo de Jovens de Bento Rodrigues (MG), além de atividades com alunos, professores e funcionários da Escola Municipal de Paracatu de Baixo (MG) e da Escola Municipal de Barra Longa (MG). Já a comunidade de Gesteira (MG) participou de palestra sobre a valorização do patrimônio individual e coletivo.

Foram desenvolvidas atividades com o Grupo de Jovens de Bento Rodrigues (MG) e com os pais e alunos da Escola Municipal de Paracatu de Baixo (MG). Além disso, foram promovidas reuniões de gestão do programa com a Secretaria de Educação e equipes de três escolas de Barra Longa (MG) e também de Paracatu.


Compartilhar:

Notícias sobre o programa

Acesse aqui todas as notícias relacionadas a este programa da Fundação Renova.

Deixe seu comentário