Fundação Renova

Fundação Renova conclui etapa de solicitação para realização de cadastro voltado para identificar os danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão

Publicado em: 05/01/2018

Cadastro de Impactados

Ao todo, 30.227 solicitações de cadastro foram feitas, sendo 9000 relativas à Campanha Final, atualmente em curso e em processo de atendimento. Todas serão analisadas e são pré-requisito para recebimento de indenização, quando aplicável.

A Fundação Renova encerrou o processo para que as pessoas que se consideram impactadas diretas pelo rompimento da barragem de Fundão solicitassem o Cadastro Integrado. Ao todo, foram registradas 30.227 solicitações, das quais mais de 22 mil já passaram pelo processo de cadastramento nas Primeira e Segunda Campanhas. O cadastro é necessário para levantamento de perdas diretas de bens materiais e de prejuízos em atividades econômicas, servindo para a avaliação desses dados, o que é pré requisito para o recebimento de indenização.

Equipe da Renova recebeu 30.227 solicitações para indenização em processo de Cadastro Integrado

Equipe da Renova recebeu 30.227 solicitações para indenização em processo de Cadastro Integrado | Foto: Gustavo Baxter / NITRO

Todas as novas solicitações recebidas até 2 de janeiro deste ano serão avaliadas e atendidas durante a campanha final de cadastro, com prazo para encerramento em 30 de junho de 2018.

Durante a análise dos pedidos, a Renova vai considerar danos diretos em bens materiais ou em atividades econômicas; perda (por morte ou por desaparecimento) de familiares com graus de parentesco diversos ou de pessoas com as quais coabitavam e/ou mantinham relação de dependência econômica; perda de fontes de renda (de trabalho ou de subsistência das quais há dependência econômica) em virtude da ruptura do vínculo com áreas atingidas; perda comprovada de áreas de exercício da atividade pesqueira e dos recursos e extrativos, inviabilizando a atividade extrativa ou produtiva; perda da capacidade produtiva ou da viabilidade de uso de bem imóvel ou de parte dele, entre outros.

Após a avaliação de quem deve participar do programa de cadastro, a Renova vai realizar visitas às propriedades para marcar um ponto de GPS (latitude e longitude das localidades); entrevistas; liberação do formulário preenchido; entrega do formulário para validação das famílias e encaminhamento de cada caso aos programas de reparação.

O atendimento às famílias é individualizado e pode variar desde a indenização e o recebimento do auxílio-financeiro até ações coletivas voltadas para os diferentes setores impactados. Pode acontecer de uma mesma família ser atendida em diferentes solicitações.

Algumas situações, quando ocorrem de forma exclusiva, não precisam passar pelo cadastro. São os casos de pessoas que tiveram perda de lazer, interrupção de abastecimento de água – ressarcidas pelo Programa de Indenização Mediada –, danos à saúde física ou mental, danos morais, quilombolas e indígenas. Esses casos são encaminhados pelas centrais de relacionamento diretamente aos programas que cuidam especificamente desses processos de reparação.

Para todos que solicitaram o cadastro, a Renova vai entrar novamente em contato para atendimento da demanda. Caso o solicitante não receba a confirmação, poderá acionar as centrais de atendimento para averiguar a situação.

Este conteúdo foi útil para você?


Compartilhar:

2 comentários

    Sou athos homero da silva deste 2015;lama atingiu meu pasto minha esposa pescava gostaria de saber todos receberam de menos nos apenas mim fizeram proposta..3,863isto não paga o prejuízo

    Olá, Athos. Estamos trabalhando para que todos os atingidos sejam indenizados e tenham suas perdas reparadas. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento: telefone 0800 031 2303, no Centro de Informações e Atendimento (CIA) da sua região e também no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

Deixe seu comentário