Fundação Renova

Fundação Renova inicia última campanha de cadastro de atingidos

Publicado em: 05/12/2017

Cadastro de Impactados

A estimativa é chegar a cerca de 8 mil novos pedidos até o dia 31 de dezembro

Para finalizar o levantamento de informações sobre perdas diretas de bens materiais e de prejuízos em atividades econômicas dos danos gerados pela ruptura da barragem de Fundão, a Fundação Renova realiza a terceira e última campanha do Cadastro Integrado. A estimativa é chegar a aproximadamente 8 mil novas solicitações de cadastros que, após atendidas, vão somar ao total de todo processo de cadastramento cerca de 30 mil cadastros.

Para todos que solicitaram o cadastro, a Renova entrará novamente em contato até 31 de janeiro de 2018. | Foto: Divulgação

Para todos que solicitaram o cadastro, a Renova entrará novamente em contato até 31 de janeiro de 2018. | Foto: Divulgação

Para se inscrever, o manifestante deve acionar o cadastramento nos canais de relacionamento da Renova. O contato pode ser feito pelo telefone 0800 031 2303 ou nos Centros de Informação e Atendimento localizados ao longo da área de abrangência da Fundação Renova.

Devem passar pelo  cadastro pessoas que tiveram danos diretos em bens materiais ou em atividades econômicas; perda, por morte ou por desaparecimento, de familiares com graus de parentesco diversos ou de pessoas com as quais coabitavam e/ou mantinham relação de dependência econômica; perda de fontes de renda, de trabalho ou de subsistência das quais há dependência econômica, em virtude da ruptura do vínculo com áreas atingidas; perda comprovada de áreas de exercício da atividade pesqueira e dos recursos e extrativos, inviabilizando a atividade extrativa ou produtiva; perda da capacidade produtiva ou da viabilidade de uso de bem imóvel ou de parte dele, entre outros.

As etapas do processo de cadastramento incluem a análise de quem deve participar do programa de cadastro (checklist); indexação de propriedades georreferenciadas (processo de visita às propriedades para marcar um ponto de GPS (latitude e Longitude) das referidas localidades; mobilização; entrevistas; liberação do formulário preenchido; entrega do formulário para validação das famílias e encaminhamento de cada caso aos programas de reparação.

O atendimento às famílias é individualizado e pode variar desde a indenização e o recebimento do auxílio-financeiro, quando aplicáveis, até ações coletivas voltadas para os diferentes setores impactados. Os atendimentos não são excludentes, isto é, uma mesma família pode ser atendida em diferentes solicitações.

Algumas situações, quando ocorrem de forma exclusiva, não precisam passar pelo cadastro. São os casos de pessoas que tiveram perda de lazer, interrupção de abastecimento de água (ressarcidas pelo Programa de Indenização Mediada), danos à saúde física ou mental, danos morais, quilombolas e indígenas. Esses casos são encaminhados pelas centrais de relacionamento diretamente aos programas que cuidam especificamente desses processos de reparação.

Para todos que solicitaram o cadastro, a Renova vai entrar novamente em contato para atendimento da demanda. Caso o solicitante não receba a confirmação, poderá acionar as centrais de comunicação para averiguar a situação.

O atendimento aos manifestantes, ou seja, àqueles que solicitaram o cadastramento entre os dias 1º de abril e 31 de dezembro deste ano, tem previsão de término em 30 de junho de 2018.

Até setembro deste ano, mais de 23 mil cadastros foram realizados. Cerca de R$ 500 milhões em indenizações e auxílios financeiros foram pagos desde a criação da Renova.

19 comentários

    Olá meu nome é ronivaldo roela de oliveira,fis o cadastro no mês de setembro de 2018, será que tenho direito a indenização.

    Responder

    Olá, Ronivaldo. Para esclarecer dúvidas sobre o seu processo de indenização, estamos à disposição em nossos canais de relacionamento: telefone 0800 031 2303, pessoalmente no Centro de Informação e Atendimento (CIA) e/ou no Centro de Indenização Mediada (CIM) mais próximo da região onde reside ou no Portal do Usuário, mediante acesso com login e senha, por meio do site: https://www.fundacaorenova.org/portal/.

    Responder

    Renovação

    Responder

    Olá, Adriano. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Como faço pra me cadastra

    Responder

    Olá, Gleiciane. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Homem pode usar também, qual é o melhor que pssa indicar pra homem?

    Responder

    Olá, Itamar. Você poderia nos enviar mais informações sobre sua dúvida?

    Responder

    Queria saber se homem pode usar este produto mesmo, ou se tem um específico somente para os homens e qual você indica, tenho interesse em comprar.

    Responder

    Tem um Sérum específico somente para os homens e qual você indica, tenho interesse em comprar.

    Responder

    O 0800 não funciona

    Responder

    Olá, Tatiana. Os Canais de Atendimento da Fundação Renova têm sido muito demandados e, por isso, em algumas ocasiões ocorre uma demora para o atendimento. Pedimos desculpas pelo transtorno e informamos que estamos trabalhando para otimizar esse processo.
    Caso não possa esperar em linha, é só aguardar a nossa ligação ou acessar o canal de Fale Conosco pelo site http://www.fundacaorenova.org/faleconosco e nos enviar uma mensagem.

    Responder

    Prezados senhores até o momento eu não sabia que eu tenho direito da indenização da Samarco por que eu trabalhava no rio de janeiro só fiquei sabendo que as pessoas moradora da barra do say em 2015 do espírito santo podem receber pois eu tenho casa aqui há mais de dez anos gostaria que vcs me passam uma mensagem para que eu não posar preocupar os meus direitos na justiça por que aqui eu não tinha recebido nada na cidade falando que os moradores preocurase fazer o cadastro.

    Responder

    Olá, Andréa. Trabalhamos para reparar todos aqueles que têm direito à compensação financeira. Cada caso é analisado individualmente, por meio dos programas criados para cuidar dos processos de ressarcimento.
    Para preservar os seus dados pessoais e a confidencialidade das informações que são sigilosas e não podem ser compartilhadas por aqui, recomendamos que você entre em contato com um dos nossos canais de relacionamento.
    Assim, com a ajuda de um profissional treinado, você poderá receber as informações sobre o andamento da sua demanda.
    Fale pelo telefone 0800 031 2303 ou em nosso site, acessando o Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Boa noite meu marido tem a carteirinha de pescador mas ele não sabia q podia se cadastrar ainda dar tempo?

    Responder

    Olá, Paula. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Olá meu nome é Archimedes sou morador de Mariana desde 2007,eu comprei um lote nas cabanas construir minha casa no final de 2010
    Morei pôr cinco meses na casa e aí veio as fortes chuva de 2011, então perdi tudo que tinha fiquei sem nada isso aconteceu por obras mal feita da prefeitura.fui para o craz de Mariana fiz o cadastro,e ai a prefeitura me prometeu a me dar lote a mi dar casa e até mesmo me idenizar mais o pior até hoje não me ressarcir com nada nem um prego ganhei até hoje,corri atrás de 2012ate 2015,só fui umilhado na prefeitura e não consegui nada e ainda para piorar a cituacao veio o rompimento da barragem Samarco de 2015ai pra mim foi o fim né se já não tinha conseguido nada aí piorou né tive que deixar tudo de lado.fico esperando até hoje maís já perdi a esperança,conto com a renova né vai que ainda a tempo né de me ajudar…obg

    Responder

    Olá, Archimedes. A Fundação Renova permanece dedicada ao trabalho de reparação dos danos provocados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), propósito para o qual foi criada. Cerca de R$ 20,83 bilhões foram desembolsados nas ações de reparação e compensação pela Fundação Renova, até o momento. As indenizações e Auxílios Financeiros Emergenciais (AFEs) pagos a atingidos de Minas Gerais e do Espírito Santo chegaram a R$ 9,36 bilhões, para mais de 373,3 mil pessoas.

    Foi concluída a implantação da restauração florestal em áreas onde houve depósito de rejeitos, e a água do rio Doce pode ser consumida após tratamento. Também foi concluído o repasse de R$ 830 milhões para os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo e 38 municípios para investimentos em educação, infraestrutura e saúde. A Fundação Renova destaca ainda que o relatório preliminar da perícia judicial realizada nos trabalhos de reparação constatou que, nos casos em que o escopo de trabalho dos programas foi definido com clareza pelo sistema de governança participativo, a reparação apresenta avanços.

    Você pode acompanhar as ações da Fundação Renova, através do nosso site: https://www.fundacaorenova.org/dadosdareparacao/.

    Responder

Deixe seu comentário