Fundação Renova

MAIS DE R$ 2 BILHÕES DE REAIS FORAM PAGOS EM INDENIZAÇÕES PARA ATINGIDOS

Publicado em: 13/01/2020

Indenizações

Os valores pagos pela Fundação Renova a atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão chegaram a R$ 2,04 bilhões em novembro de 2019

 

O pagamento de indenização e auxílio financeiro emergencial aos atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), ultrapassou R$ 2 bilhões no fim de 2019. Até o momento, foram alcançadas cerca de 320 mil pessoas em toda região impactada. Os pagamentos são feitos por meio do Programa de Indenização Mediada (PIM) e do Auxílio Financeiro Emergencial (AFE). O PIM, criado como uma alternativa ao processo de judicialização, é gratuito e de adesão voluntária.

Para Luiz Zumpano, gerente de Programas Socioeconômicos da Fundação Renova, esse marco reafirma o engajamento da Fundação com a reparação dos danos do rompimento. “Ao alcançar o volume de R$ 2 bilhões em pagamentos a atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, a Fundação Renova demonstra que segue trabalhando firme no seu compromisso de indenizar os atingidos por danos comprovados”, observa. 

 

Entenda o processo de indenização

Apesar do ambiente de alta informalidade, que dificulta a comprovação de danos no território atingido, o Programa de Indenização Mediada (PIM) tem como vantagens uma desburocratização do processo e a ausência dos custos de uma ação judicial. 

A indenização é calculada individualmente ou por grupo de atingidos, e leva em consideração as particularidades de cada pessoa ou coletivo. Para definir os critérios referentes aos valores de indenização para danos gerais, foram realizadas discussões entre a Fundação Renova, comunidades impactadas, representantes do poder público e entidades técnicas.

 

Valores destinados a cada programa

(até 30 de novembro de 2019)

Auxílio Financeiro Emergencial (AFE): R$ 1,14 bilhão

Programa de Indenização Mediada (PIM) Dano Geral: R$ 629 milhões

Programa de Indenização Mediada (PIM) Dano Água: R$ 273 milhões

 

Valores pagos por Estado de PIM Dano Geral e de AFE

Espírito Santo:

4.687 pagamentos PIM

4.709 acordos finalizados/ 6.831 titulares de AFE

Total PIM DG– R$ 310 milhões

Total AFE – R$ 552 milhões

Minas Gerais:

4.822 pagamentos PIM

4.832 acordos de indenização / 7.272 titulares de AFE

Total PIM DG– R$ 319 milhões

Total AFE – R$ 587 milhões

 

Valores pagos por Estado de PIM Dano Água

Espírito Santo

Pagamentos R$ 87 milhões

84 mil contemplados

Minas Gerais

Pagamentos R$ 186 milhões

181 mil contemplados

Este conteúdo foi útil para você?

12 comentários

    Estou esperando uma resposta, sofri danos e ñ sei mais o que fazer por favor ajude-nos

    Olá, Rosilene. Estamos trabalhando para reparar aqueles que têm direito à compensação financeira. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas. Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, no Centro de Informações e Atendimento (CIA) da sua região e também no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Ñ recebi nem uma ligação ou qualquer coisa q possa me dar esperança de que eu possa ter esperança. Tenho um filho e estamos passando por momentos delicados tive q voltar pra casa do meus pais porq ñ tenho mais renda do meu trabalho sobre a pesca espero obter ajuda..

    sou produtor rural da região de Conselheiro Pena MG , semana passada recebi a visita de um funcionário da empresa BRANDT meio ambiente ele veio me pedir autorização para entrar em minha propriedade e fazer um estudo ambiental da vegetação para a fund Renova, ao qual prontamente autorizei imaginando até que seria para analisar a área por onde a lama passou porém o que ele me informou é que esse levantamento era feito em topo de morros e me perguntou se conhecia as outras propriedades nas quais ele estava procurando; me espantei pois elas ficavam a pelo menos 10 km do rio doce. Enfim acho um absurdo a forma que a fundação renova trabalha. 1- fica querendo consertar o que não estragou 2- o que estragou não conserta. 3- é conivente com a mentira ( sabe que 99 % desses pescadores é mentira mas mesmo assim paga ) 4- Nós produtores rurais tivemos nossas terra invadidas pela lama o solo ficou impermeabilizado nossa vacas abortam as plantaçoes não crescem como deveriam nossas vacas deixaram de dar um bezerro por ano etc… E eles que não entendem nada de terra preferem gastar fortunas tentando provar o contrário mas não nos indenizam.

    Olá, Emerson. O trabalho de inventário florestal na bacia do rio Doce realizado pela Brandt, a serviço da Fundação Renova, não acontece somente nas áreas atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão. O projeto é mais amplo, e pretende realizar um estudo que diagnostica a situação da vegetação e do solo na bacia do rio Doce como um todo. Essa proposta foi apresentada para o Ibama, secretarias do meio ambiente dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo e também para o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) antes do seu início. Nosso objetivo é gerar conhecimento e uma base de dados de referência para viabilizar da melhor forma possível as ações de recuperação ambiental e preservação das águas na bacia do rio Doce. Em relação à indenização, até o momento, R$ 7,42 bilhões foram destinados para ações de reparação e compensação e R$ 2,04 bilhões pagos em indenizações e auxílios financeiros. Caso você tenha alguma dúvida, seguimos à disposição em nossos canais de relacionamento: pelo telefone 0800 031 2303, no Centro de Informações e Atendimento (CIA) da sua região ou no Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Eu espero que entrem em contato com eu mas só tenho a esperança já não tenho a renova não dá nem uma resposta

    Espero que posso parar de pagar aluguel e volto para nossa casa própria que está. Fechada pois tive que sair da onde morava para ir trabalhar

    Olá, Anselmo. Estamos trabalhando para reparar todos aqueles que têm direito à compensação financeira. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre o seu processo são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas. Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, no Centro de Informações e Atendimento (CIA) da sua região e também no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    queria saber ate quando irei que esperar pra ser beneficiado vocês falam que tem que esperar só que nos os pescadores e nossas famílias não podem ficar esperando por uma providencia cair do céu porque onde eu e minha família que tirava o nosso sustento que era no rio doce não podemos mais por causa dos resíduos que a nele e eu estou sem receber qualquer ajuda dos órgãos responsáveis em quanto alguns estão recebendo e outros não, incluindo eu que não recebi nenhuma ajuda ate o momento já não sei o que fazer mais

    Olá, Valter. Estamos trabalhando para reparar todos aqueles que têm direito à compensação financeira. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre o seu processo são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas. Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, no Centro de Informações e Atendimento (CIA) da sua região e também no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    FIZ O CADASTRO EM JUNHO DE 2018,FALA QUE TA NA FASE 2 EM ANDAMENTO.NAO FALAM MAIS NADA.

    Olá, Marcelo. Estamos trabalhando para reparar todos aqueles que têm direito à compensação financeira. As diretrizes do Programa de Indenização Mediada (PIM) estão em conformidade com o Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC) e levam em conta as necessidades e demandas de cada atingido. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre os processos de indenização são fornecidas por meio de nossos canais de relacionamento: telefone 0800 031 2303, no Centro de Informações e Atendimento (CIA) da região onde você vive e também pelo Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco. Salientamos que os programas previstos para os atingidos serão conduzidos, incluindo os pagamentos de indenizações, enquanto for necessário.

Deixe seu comentário