Fundação Renova

Projeto do Edital Doce está com inscrições abertas em Baixo Guandu (ES)

Publicado em: 04/08/2021

Edital Doce

Com 60 vagas disponíveis, projeto Músicos para o Futuro é apoiado pela Fundação Renova e tem inscrições abertas até dia 10 de agosto 

 

O Projeto Músicos para o Futuro, desenvolvido pela Associação Lira Guanduense (Aslig) e apoiado pela Fundação Renova por meio do Edital Doce, está com inscrições abertas. A iniciativa vai ofertar cerca de 60 vagas para crianças e adolescentes, com idades entre 8 e 17 anos, para oficinas de música em Baixo Guandu (ES). A iniciativa busca, principalmente, atender crianças e adolescentes carentes que vivem em áreas de risco e com alta taxa de violência e criminalidade no município.

Durante nove meses os  alunos participarão de aulas de percussão, flauta, trombone, trompete, clarinete, saxofone e violão. Para cada modalidade, há um número de vagas limitado e é necessário escolher a modalidade na hora da inscrição, que deverá ser realizada até o dia 10 de agosto, das 14 às 18h, na Escola Ginásio Brasil, localizada na Av. Dez de Abril, nº 960, no centro de Baixo Guandu. As inscrições também podem ser feitas de forma online, preenchendo o formulário pelo Google Docs. A previsão é que as aulas comecem ainda no mês de agosto.

Em função da pandemia, as turmas contarão com, no máximo, 10 participantes e seguirão os protocolos de segurança recomendados pelos órgãos de saúde, como o uso de máscaras e o distanciamento para a execução das atividades. Além disso, durante as aulas, os alunos terão à disposição álcool em gel para a higienização das mãos e dos equipamentos. No caso das aulas que utilizam instrumentos de sopro, será disponibilizado um item para cada participante, para evitar o contágio da Covid-19.

Dúvidas a respeito da iniciativa poderão ser esclarecidas através do número (33) 99812-3053 ou encaminhadas para o e-mail asligbges@gmail.com .

 

Sobre o Edital Doce

Lançado em janeiro de 2020, o Edital Doce tem como objetivo apoiar iniciativas sociais comprometidas com o incentivo ao Turismo, Cultura, Esporte e Lazer nas regiões atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão. Para a execução das atividades serão destinados R$ 13,5 milhões, sendo R$ 9 milhões para projetos localizados em Minas Gerais e R$ 4,5 milhões para o Espírito Santo. Ao todo, 228 iniciativas foram selecionadas por meio do Edital Doce nos dois estados.

Por conta da pandemia da Covid-19, a equipe de monitoramento do edital repassou aos proponentes orientações necessárias para as condições de execução das atividades, considerando os protocolos de saúde e segurança recomendados pelos órgãos de saúde.

Este conteúdo foi útil para você?

Deixe seu comentário