Fundação Renova

Prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado se encerra em 30 de abril

Publicado em: 28/04/2022

Sistema Indenizatório Simplificado

Até fevereiro, foram pagos cerca de R$ 5,1 bilhões em indenizações pelo Sistema Indenizatório Simplificado 

Termina no próximo sábado, dia 30 de abril, o prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado para moradores de 45 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. Conforme a sentença de 30 de outubro de 2021 da 12ª Vara Federal, a data-limite pode ser prorrogada, caso necessário, mas, até o momento, nenhuma decisão foi publicada. Cerca de R$ 5,1 bilhões foram pagos, por meio do sistema, para mais de 51,9 mil pessoas, até o momento.

A implementação do fluxo de pagamento de indenização permitiu a inclusão de milhares de atingidos no processo indenizatório que pertencem a categorias, muitas vezes, informais, como artesãos, carroceiros, lavadeiras, pescadores de subsistência e informais, areeiros e outros. O sistema também indeniza categorias formais, como pescadores profissionais, proprietários de embarcações e empresas como hotéis, pousadas e restaurantes. 

Os valores das indenizações definidos pela Justiça, com quitação única e definitiva, variam de R$ 17 mil a R$ 567 mil, de acordo com a categoria do dano. Em Minas Gerais, podem ingressar no Sistema Indenizatório Simplificado moradores de  Aimorés, Alpercata, Barra Longa, Belo Oriente, Bom Jesus do Galho, Bugre, Caratinga, Conselheiro Pena, Córrego Novo, Dionísio, Fernandes Tourinho, Galileia, Governador Valadares, Iapu, Ipaba, Ipatinga, Itueta, Mariana, Marliéria, Naque, Periquito, Pingo-d’Água, Ponte Nova, Raul Soares, Resplendor – inclusive a comunidade Ribeirinha de Vila Crenaque e exceto o Povo Indígena -, Rio Casca, Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado, Santana do Paraíso, São Domingos do Prata, São José do Goiabal, São Pedro dos Ferros, Sem-Peixe, Sobrália, Timóteo e Tumiritinga. No Espírito Santo, o acesso ao fluxo é liberado a moradores de São Mateus, Linhares, Aracruz, Conceição da Barra, Baixo Guandu, Colatina, Marilândia, Fundão e Serra.

Mariana e Barra Longa

Em Barra Longa e Mariana, em Minas Gerais, também há a possibilidade de acessar o Sistema Indenizatório Simplificado Infraestrutura, conforme sentença da 12ª Vara Federal, de março de 2022, para tratar especificamente os danos socioeconômicos caracterizados por eventuais trincas, rachaduras e danos em infraestrutura nos imóveis. Esses danos são objeto de perícia e demandam a apresentação de um laudo. Dessa maneira, a Justiça definiu um prazo maior de adesão, que vai até 30 de junho de 2022. 

Adesão

Para ingressar no sistema, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento da barragem e atender a um dos critérios abaixo:

  • Possuir registro, solicitação, protocolo, entrevista, cadastro ou manifestação perante a Fundação Renova até 30 de abril de 2020;
  • Ter ajuizado ação indenizatória na jurisdição brasileira até 30 de abril de 2020;
  • Ter ajuizado ação indenizatória em jurisdição estrangeira até 30 de abril de 2020;
  • Ter, de qualquer forma, manifestado expressamente perante órgãos e instituições públicas (Defensoria Pública, Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Assistência Social do município), até 30 de abril de 2020, a condição de atingido pelo rompimento da barragem de Fundão, com a explicitação de seu dano, devidamente comprovado por certidão fornecida pelas instituições;
  • Especificamente para Mariana, também podem se habilitar aqueles que possuem registro/ solicitação/ protocolo /entrevista/cadastro reconhecidos junto à Cáritas Brasileira até 30 de abril de 2020.

Acesso

A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. 

Os honorários do advogado são descontados do valor de indenização no limite de 10%, conforme determinado pela Justiça. Os documentos necessários para o processo de indenização devem ser enviados por meio da plataforma, onde também são assinados os termos de aceite. O pagamento é feito em até 10 dias úteis após a homologação da Justiça. 

PIM e Programa de Auxílio Emergencial 

Para quem tem danos comprovados e cadastro na Fundação Renova, a reparação financeira também é tratada por meio do PIM e do Programa de Auxílio Emergencial (AFE), conforme o previsto no Termo de Ajustamento e Conduta. Desde 10 de janeiro deste ano, o ingresso nesses programas é feito por meio do Sistema PIM/AFE, que também funciona por meio de uma plataforma on-line, disponível no site da Fundação Renova, com acesso liberado para advogados e defensores públicos.

Até 28 de fevereiro, as indenizações e Auxílios Financeiros Emergenciais (AFEs) pagos a atingidos de Minas Gerais e do Espírito Santo somavam, ao todo, aproximadamente R$ 8,74 bilhões para mais de 368,4 mil pessoas. 

Histórico

Mesmo após a flexibilização de critérios e a indenização de milhares de atingidos, muitas pessoas não conseguiam comprovar os danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão (MG), ocorrido em novembro de 2015. Implementado pela Fundação Renova, em agosto de 2020, por decisão judicial, o Sistema Indenizatório Simplificado realizou o pagamento da primeira indenização em setembro de 2020.

 

Este conteúdo foi útil para você?

46 comentários

    Gostei de saber como vai ser
    Eu já fiz meu cadastro só não sei como achar um advogado. Eu confirmei pelo telefone os meus dados,eu quero saber o que devo fazer ou se tem mais alguma coisa a serem feitas,

    Responder

    Boa noite Zileimar, sou advogada cadastrada na Plataforma da Fundação Renova. Entre em meu Instagram, sempre postei sobre esse assunto. Qualquer dúvida, pode me chamar no Instagram que te ajudo. Meu Instagram é marinarmerlo

    Responder

    Olá, Zileimar. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Como devo fazer para me cadastrar

    Responder

    Boa noite Regiane, sou advogada cadastrada na Plataforma da Fundação Renova. Entre em meu Instagram, sempre postei sobre esse assunto. Qualquer dúvida, pode me chamar no Instagram que te ajudo. Meu Instagram é marinarmerlo

    Responder

    Bom dia Marina…sou Madalena foram várias
    pessoas que dormiram na fila em Baixo Guandu pra fazer o cadastramento da Inglaterra e não conseguiram pq não aviraram que tinha encerrado e todos perderam … gostaria de saber se ainda tem possibilidade.?

    Responder

    Olá, Madalena. A Fundação Renova permanece dedicada ao trabalho de reparação dos danos provocados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), propósito para o qual foi criada. Cerca de R$ 20,83 bilhões foram desembolsados nas ações de reparação e compensação pela Fundação Renova, até o momento. As indenizações e Auxílios Financeiros Emergenciais (AFEs) pagos a atingidos de Minas Gerais e do Espírito Santo chegaram a R$ 9,36 bilhões, para mais de 373,3 mil pessoas.

    Foi concluída a implantação da restauração florestal em áreas onde houve depósito de rejeitos, e a água do rio Doce pode ser consumida após tratamento. Também foi concluído o repasse de R$ 830 milhões para os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo e 38 municípios para investimentos em educação, infraestrutura e saúde. A Fundação Renova destaca ainda que o relatório preliminar da perícia judicial realizada nos trabalhos de reparação constatou que, nos casos em que o escopo de trabalho dos programas foi definido com clareza pelo sistema de governança participativo, a reparação apresenta avanços.

    Você pode acompanhar as ações da Fundação Renova, através do nosso site: https://www.fundacaorenova.org/dadosdareparacao/.

    Responder

    Como devo fazer para me cadastrar

    Responder

    Olá, Regiane. O prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado foi prorrogado pela Justiça para o dia 30 de junho. A sentença foi proferida no dia 28 de abril, pela 12ª Vara Federal, e a nova data-limite de ingresso no fluxo de pagamento de indenização é válida para moradores de 45 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Sistema Indenizatório Simplificado foi criado para possibilitar o atendimento às pessoas que têm grandes dificuldades de comprovação de seus danos, justamente como os mencionados autônomos sem registro. Assim, essas pessoas devem apresentar os documentos previstos nas sentenças. A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. Além disso, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento e a inscrição ou solicitação de cadastro na Fundação Renova até o dia 30 de abril de 2020.

    Você pode se inteirar de mais informações, acessando o nosso site: https://www.fundacaorenova.org/noticia/prazo-de-adesao-ao-sistema-indenizatorio-simplificado-e-prorrogado-para-30-de-junho/.

    Caso necessite de mais algum esclarecimento, entre em contato através dos canais de relacionamento, por meio do telefone 0800 031 2303.

    Responder

    Quero fazer o cadastramento

    Responder

    Procure Dr Guilherme Ghisolfi do Valle, ele é advogado cadastrado na plataforma da Renova

    Responder

    Procure Dr Guilherme Ghisolfi do Valle, ele é advogado cadastrado na plataforma da Renova.
    Contato pelo meu instagram. Ana Claudia Ghisolfi

    Responder

    Olá, Cleide. O prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado foi prorrogado pela Justiça para o dia 30 de junho. A sentença foi proferida no dia 28 de abril, pela 12ª Vara Federal, e a nova data-limite de ingresso no fluxo de pagamento de indenização é válida para moradores de 45 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Sistema Indenizatório Simplificado foi criado para possibilitar o atendimento às pessoas que têm grandes dificuldades de comprovação de seus danos, justamente como os mencionados autônomos sem registro. Assim, essas pessoas devem apresentar os documentos previstos nas sentenças. A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. Além disso, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento e a inscrição ou solicitação de cadastro na Fundação Renova até o dia 30 de abril de 2020.

    Você pode se inteirar de mais informações, acessando o nosso site: https://www.fundacaorenova.org/noticia/prazo-de-adesao-ao-sistema-indenizatorio-simplificado-e-prorrogado-para-30-de-junho/.

    Caso necessite de mais algum esclarecimento, entre em contato através dos canais de relacionamento, por meio do telefone 0800 031 2303.

    Responder

    Como faço pra receber este valor

    Responder

    Olá, Maria Aparecida. O prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado foi prorrogado pela Justiça para o dia 30 de junho. A sentença foi proferida no dia 28 de abril, pela 12ª Vara Federal, e a nova data-limite de ingresso no fluxo de pagamento de indenização é válida para moradores de 45 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Sistema Indenizatório Simplificado foi criado para possibilitar o atendimento às pessoas que têm grandes dificuldades de comprovação de seus danos, justamente como os mencionados autônomos sem registro. Assim, essas pessoas devem apresentar os documentos previstos nas sentenças. A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. Além disso, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento e a inscrição ou solicitação de cadastro na Fundação Renova até o dia 30 de abril de 2020.

    Você pode se inteirar de mais informações, acessando o nosso site: https://www.fundacaorenova.org/noticia/prazo-de-adesao-ao-sistema-indenizatorio-simplificado-e-prorrogado-para-30-de-junho/.

    Caso necessite de mais algum esclarecimento, entre em contato através dos canais de relacionamento, por meio do telefone 0800 031 2303.

    Responder

    Tenho uma filha especial gostaria de saber como cadastrar ela eu sou a mamãe dela Maria Aparecida lopes alves 💕🙏

    Responder

    Tenho 2 filhos peqs de 7 e 9 anos como faço para cadastrar Los qual número devo ligar

    Responder

    Olá, Aldri. O prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado foi prorrogado pela Justiça para o dia 30 de junho. A sentença foi proferida no dia 28 de abril, pela 12ª Vara Federal, e a nova data-limite de ingresso no fluxo de pagamento de indenização é válida para moradores de 45 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Sistema Indenizatório Simplificado foi criado para possibilitar o atendimento às pessoas que têm grandes dificuldades de comprovação de seus danos, justamente como os mencionados autônomos sem registro. Assim, essas pessoas devem apresentar os documentos previstos nas sentenças. A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. Além disso, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento e a inscrição ou solicitação de cadastro na Fundação Renova até o dia 30 de abril de 2020.

    Você pode se inteirar de mais informações, acessando o nosso site: https://www.fundacaorenova.org/noticia/prazo-de-adesao-ao-sistema-indenizatorio-simplificado-e-prorrogado-para-30-de-junho/.

    Caso necessite de mais algum esclarecimento, entre em contato através dos canais de relacionamento, por meio do telefone 0800 031 2303.

    Responder

    Olá, Gabriella. O prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado foi prorrogado pela Justiça para o dia 30 de junho. A sentença foi proferida no dia 28 de abril, pela 12ª Vara Federal, e a nova data-limite de ingresso no fluxo de pagamento de indenização é válida para moradores de 45 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Sistema Indenizatório Simplificado foi criado para possibilitar o atendimento às pessoas que têm grandes dificuldades de comprovação de seus danos, justamente como os mencionados autônomos sem registro. Assim, essas pessoas devem apresentar os documentos previstos nas sentenças. A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. Além disso, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento e a inscrição ou solicitação de cadastro na Fundação Renova até o dia 30 de abril de 2020.

    Você pode se inteirar de mais informações, acessando o nosso site: https://www.fundacaorenova.org/noticia/prazo-de-adesao-ao-sistema-indenizatorio-simplificado-e-prorrogado-para-30-de-junho/.

    Caso necessite de mais algum esclarecimento, entre em contato através dos canais de relacionamento, por meio do telefone 0800 031 2303.

    Responder

    Bom dia quero me cadastrar

    Responder

    Olá, Claudionor. O prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado foi prorrogado pela Justiça para o dia 30 de junho. A sentença foi proferida no dia 28 de abril, pela 12ª Vara Federal, e a nova data-limite de ingresso no fluxo de pagamento de indenização é válida para moradores de 45 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Sistema Indenizatório Simplificado foi criado para possibilitar o atendimento às pessoas que têm grandes dificuldades de comprovação de seus danos, justamente como os mencionados autônomos sem registro. Assim, essas pessoas devem apresentar os documentos previstos nas sentenças. A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. Além disso, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento e a inscrição ou solicitação de cadastro na Fundação Renova até o dia 30 de abril de 2020.

    Você pode se inteirar de mais informações, acessando o nosso site: https://www.fundacaorenova.org/noticia/prazo-de-adesao-ao-sistema-indenizatorio-simplificado-e-prorrogado-para-30-de-junho/.

    Caso necessite de mais algum esclarecimento, entre em contato através dos canais de relacionamento, por meio do telefone 0800 031 2303.

    Responder

    Ê sobre o dano da água

    Responder

    Olá, Rosilene. O prazo de adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado foi prorrogado pela Justiça para o dia 30 de junho. A sentença foi proferida no dia 28 de abril, pela 12ª Vara Federal, e a nova data-limite de ingresso no fluxo de pagamento de indenização é válida para moradores de 45 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Sistema Indenizatório Simplificado foi criado para possibilitar o atendimento às pessoas que têm grandes dificuldades de comprovação de seus danos, justamente como os mencionados autônomos sem registro. Assim, essas pessoas devem apresentar os documentos previstos nas sentenças. A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. Além disso, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento e a inscrição ou solicitação de cadastro na Fundação Renova até o dia 30 de abril de 2020.

    Você pode se inteirar de mais informações, acessando o nosso site: https://www.fundacaorenova.org/noticia/prazo-de-adesao-ao-sistema-indenizatorio-simplificado-e-prorrogado-para-30-de-junho/.

    Caso necessite de mais algum esclarecimento, entre em contato através dos canais de relacionamento, por meio do telefone 0800 031 2303.

    Responder

    Meu nome é: Cleidmardasilva só morador de perpétua socorro a 36 anos entrei com um processo de pedir reparação de danos infelizmente a resposta foi um NÃO por causa do meu CNIS, a renova está falhando e a justiça está deixando.

    Responder

    Olá, Cleidmar. Trabalhamos para reparar todos aqueles que têm direito à compensação financeira. Cada caso é analisado individualmente, por meio dos programas criados para cuidar dos processos de ressarcimento.
    Para preservar os seus dados pessoais e a confidencialidade das informações que são sigilosas e não podem ser compartilhadas por aqui, recomendamos que você entre em contato com um dos nossos canais de relacionamento.
    Assim, com a ajuda de um profissional treinado, você poderá receber as informações sobre o andamento da sua demanda.
    Fale pelo telefone 0800 031 2303 ou em nosso site, acessando o Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Sou cadastrada e não estou conseguindo e não tenho advogado

    Responder

    Boa tarde. Sou advogada.

    Me chame no instagram Franlaia ou Francielle Laia

    Responder

    Olá, Adriana. O Sistema Indenizatório Simplificado foi criado para possibilitar o atendimento às pessoas que têm grandes dificuldades de comprovação de seus danos, justamente como os mencionados autônomos sem registro. Assim, essas pessoas devem apresentar os documentos previstos nas sentenças. A adesão ao Sistema Indenizatório Simplificado é facultativa e deve ser feita por meio do Portal do Advogado, no site da Fundação Renova. Para ingressar, as pessoas devem ser representadas por advogado ou defensor público, segundo sentença judicial, pois apenas esses profissionais podem acessar e preencher os dados no sistema. Além disso, é necessária a confirmação de idade maior de 16 anos na data do rompimento e a inscrição ou solicitação de cadastro na Fundação Renova até o dia 30 de abril de 2020.

    Você pode se inteirar de mais informações, acessando o nosso site: https://www.fundacaorenova.org/noticia/prazo-de-adesao-ao-sistema-indenizatorio-simplificado-e-prorrogado-para-30-de-junho/.

    Caso necessite de mais algum esclarecimento, entre em contato através dos canais de relacionamento, por meio do telefone 0800 031 2303.

    Responder

    Meu nome é: Cleidmardasilva só morador de perpétua socorro a 36 anos entrei com um processo de pedir reparação de danos infelizmente a resposta foi um NÃO por causa do meu CNIS, a renova está falhando e a justiça está deixando, eu gostaria de ter os mesmos direitos.

    Responder

    Fiz todo processo,foi finalizado e até hoje nada.

    Pura ilusão isso,só receberam que não precisa.

    Isso é lorota da Fundação renova

    Responder

    Olá, Roseli. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Eu quero saber quando vai sair as que já foram feitas fiz a minha desde do ano passado até hoje não saiu nada

    Responder

    Olá, Edinalva. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Falaram que meu cadastro estava incompleto , que deveria ligar .
    Tentei várias vezes junto com o advogado, simplesmente fiquei mais de 2 horas ouvindo aquela música irritante até a ligação cair.
    Precisando somente de um código de acesso que nunca fornecem pelo e-mail.
    Decepção , decepção

    Responder

    Olá, Altemar. Os Canais de Atendimento da Fundação Renova têm sido muito demandados e, por isso, em algumas ocasiões ocorre uma demora para o atendimento. Pedimos desculpas pelo transtorno e informamos que estamos trabalhando para otimizar esse processo.
    Caso não possa esperar em linha, é só aguardar a nossa ligação ou acessar o canal de Fale Conosco pelo site http://www.fundacaorenova.org/faleconosco e nos enviar uma mensagem ou procure o Centro de Informação e Atendimento (CIA) mais próximo de sua região.

    Responder

    Quero saber quando que o povo de G.Valadares vai ser indenizado ?
    Se vai ser indenizado ou não ?

    Responder

    Olá, João. Trabalhamos para reparar todos aqueles que têm direito à compensação financeira. Cada caso é analisado individualmente, por meio dos programas criados para cuidar dos processos de ressarcimento.
    Para preservar os seus dados pessoais e a confidencialidade das informações que são sigilosas e não podem ser compartilhadas por aqui, recomendamos que você entre em contato com um dos nossos canais de relacionamento.
    Assim, com a ajuda de um profissional treinado, você poderá receber as informações sobre o andamento da sua demanda.
    Fale pelo telefone 0800 031 2303 ou em nosso site, acessando o Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Alguém sabe se saiu alguma lista

    Responder

    Olá, Lorena. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Olá eu recebi da fundação renova em 2022 eu queria saber se eu receberei novamente no novo sistema indenizatorio?

    Responder

    Olá, Luciana. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Como está a situação das pessoas que fizeram o cadastro em 2021?

    Responder

    Olá, Marcelino.
    Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    estol esperando que a renova me liga ,me escrevi em 2021 e não tive resposta sou pescador de beira de barraco estol com muita dificuldade pois não posso pesca mas ,sou de baixo guandu e meu advogado esta em silencio ,eu não entendo porque os pescadores são os que mas precisa e sempre deixado por ultimo ,de uma olhada com mas carinho para nos ,pois estamos passando por necessidade em silencio ,,mas creio eu que uma dia tudo vai da certo , e ai vamos poder bota as contas em dia e pão na mesa ,a gradeço a fundação renova ,por olhar e nos ajudar nesta luta ,,obrigado

    Responder

    Olá, Roberto. Nós compreendemos a sua posição, e trabalhamos para garantir que toda a reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem cheguem às pessoas e comunidades atingidas.

    Para preservar os seus dados pessoais e a confidencialidade das informações que são sigilosas e não podem ser compartilhadas por aqui, pedimos que entre em contato por meio dos nossos Canais de Relacionamento. Além disso, fazendo o contato pelos Canais de Relacionamento, você será atendido por um profissional treinado com acesso ao histórico das suas demandas geradas por um protocolo.

    Fale pelo telefone 0800 031 2303 ou em nosso site, acessando o Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

Deixe um comentário para Madalena