Fundação Renova

Bibliotecas públicas de 37 municípios da bacia do rio Doce estão mais perto da revitalização

Publicado em: 01/12/2021

Projeto de Incentivo à Leitura

Estruturas terão até R$ 200 mil para aquisição de livros, equipamentos, capacitação e melhorias na infraestrutura

O Projeto de Incentivo à Leitura, da Fundação Renova, terá mais uma etapa concluída, em dezembro, com a entrega dos planos de revitalização de bibliotecas públicas de 37 municípios da bacia do rio Doce. Os planos são elaborados com a participação de servidores que atuam na biblioteca pública de cada município que aderiu à iniciativa, ao longo do Percurso Participativo.

Uma das fases do plano de revitalização foi a elaboração do documento que contém os itens escolhidos pelos servidores participantes a partir do Cardápio de Opções com as seguintes categorias: acervo (aquisição de livros); mobiliário e equipamento (mesas de leitura, estantes, computadores); capacitação (treinamento dos servidores das bibliotecas); e infraestrutura e acessibilidade (melhorias na infraestrutura, incluindo acessos para todos os públicos, pequenos reparos elétricos ou hidráulicos e instalação de equipamentos como ar-condicionado).

Cada biblioteca pública participante terá até R$ 200 mil para a aquisição dos itens. A próxima etapa será o período em que a Fundação Renova irá adquirir os materiais e equipamentos escolhidos. A previsão de entrega é a partir do segundo semestre de 2022.

Ao todo, 37 prefeituras da área de atuação da Fundação Renova aderiram ao projeto. São 33 localidades em Minas Gerais (Barra Longa, Aimorés, Alpercata, Belo Oriente, Bom Jesus do Galho, Bugre, Caratinga, Conselheiro Pena, Córrego Novo, Dionísio, Fernandes Tourinho, Galiléia, Governador Valadares, Iapu, Ipaba, Ipatinga, Itueta, Mariana, Marliéria, Naque, Periquito, Pingo-d’água, Raul Soares, Rio Casca, Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado, Santana do Paraíso, São Domingos do Prata, São José do Goiabal, Sem Peixe, Sobrália, Timóteo e Tumiritinga) e quatro no Espírito Santo (Baixo Guandu, Colatina, Linhares e Marilândia).

Segundo Daniela Terra, analista de Educação, Cultura e Turismo da Fundação Renova, as ações previstas pelo projeto impactarão positivamente as bibliotecas públicas municipais. “A aquisição de itens importantes para o seu acervo e espaço físico contribui no sentido material. A partir do momento que reforça o papel dos profissionais, reconhecendo-os como protagonistas e agentes de transformação capazes de tecer laços criativos e contínuos entre a Biblioteca Pública e a comunidade local, contribui também no sentido humano”, comenta.

Projeto

O Projeto de Incentivo à Leitura, do Programa de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, da Fundação Renova, tem por objetivo estruturar e implementar ações de modernização das bibliotecas públicas dos municípios atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão (MG), por meio da capacitação dos profissionais que atuam nesses espaços, da elaboração participativa de planos de revitalização e do fomento a ações de incentivo à leitura. A iniciativa busca contribuir com o crescimento pessoal e fortalecimento coletivo das comunidades.

Percurso Participativo

O Percurso Participativo, realizado em formato on-line, foi dividido em três etapas: Alinhamento de Conceitos (gestão de bibliotecas, Política Nacional do Livro); Elaboração participativa do Plano de Revitalização das bibliotecas (com base no Cardápio de Opções); e Ações de sustentabilidade para bibliotecas.

Para a execução do projeto, a Fundação Renova contratou a empresa Sapion Nova Educação, que possui ampla experiência na condução de processos participativos, formações e projetos de impacto na área educacional.

 

Este conteúdo foi útil para você?

Deixe seu comentário