Fundação Renova

Reassentamento Familiar


O Reassentamento Familiar é uma das modalidades de reparação do direito à moradia. Essa é uma opção para as famílias que perderam os vínculos com a sua comunidade de origem ou se adaptaram ao contexto urbano e não têm interesse em retomar seus modos de vida de forma comunitária, como acontece nos reassentamentos coletivos de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo, em Mariana; e Gesteira, em Barra Longa.

Esse público também inclui as famílias da zona rural de Mariana e Barra Longa que tiveram suas casas impactadas pelo rompimento de Fundão e não faziam parte de alguma das três comunidades. Ao todo, 132 famílias optaram por essa modalidade.

Como funciona

As famílias elegíveis de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo e das comunidades rurais escolhem uma propriedade do banco de imóveis organizado pela Fundação Renova ou indicam aquele de sua preferência, compatível com o direito de atendimento, baseado na área de origem, conforme previsto nas diretrizes. Quando a família tem direito à moradia, é possível optar por um lote vago para construir a casa ou por comprar um imóvel já pronto, que esteja precisando ou não de reforma.

Todas as análises são reunidas no caderno imobiliário, que é entregue de forma individual às famílias para ajudá-las em suas decisões quanto aos imóveis. Se aprovado e assinado o termo de escolha do imóvel, a Fundação Renova começa as negociações para a compra.

Com o imóvel comprado, casa para reforma ou lote para construção, as famílias iniciam seu projeto junto a um arquiteto. Quando é aprovado pelo núcleo familiar, a Fundação Renova protocola o projeto na Prefeitura para obter as autorizações e licenças necessárias à construção ou reforma do imóvel.

Deixe seu comentário