Fundação Renova

Concurso Ideias Renovadoras: Plantando Árvores e Colhendo Alimentos na Bacia do rio Doce


WWF-Brasil e Fundação Renova lançam concurso para selecionar projetos de produção rural sustentável para a restauração da Bacia do rio Doce

SOBRE O CONCURSO

O Concurso Ideias Renovadoras: Plantando Árvores e Colhendo Alimentos na Bacia do rio Doce é um dos objetivos do convênio entre a Fundação Renova e o WWF-Brasil, ONG brasileira dedicada à conservação do meio ambiente e integrante da Rede WWF, presente em mais de 100 países.

As duas instituições estão desenvolvendo um projeto de recuperação florestal em larga escala, integrando desenvolvimento rural sustentável com uma abordagem inclusiva das comunidades na bacia do Rio Doce.

O Concurso é uma das etapas deste projeto, sendo a realização de responsabilidade da Fundação Renova, a curadoria técnico do concurso do WWF-Brasil e, como parceiros, o Instituto Terra e a Agrofloresta Mundial (ICRAF).

OBJETIVO

O objetivo do Concurso é identificar 5 iniciativas de SAF que estejam sendo implantadas no Brasil, na bacia do rio Doce ou em qualquer outra parte do território nacional, e que contribuam, de alguma forma, para a restauração florestal. A partir dessas iniciativas selecionadas, será realizado um trabalho de imersão com especialistas e parceiros para o desenvolvimento de propostas de arranjos de SAF que poderão ser implantadas na bacia do Rio Doce pela Fundação Renova, contribuindo para o alcance dos objetivos de recuperação florestal da bacia do rio Doce. Essa imersão poderá ocorrer de forma presencial, na sede do Instituto Terra, em Aimorés (MG), ou remota, de acordo com decisão dos realizadores do Concurso.

Os selecionados para participar da imersão trarão todo conhecimento local de suas regiões e contribuirão com suas experiências práticas como subsídio para, juntamente com os especialistas e parceiros, construir para o desenvolvimento de novos arranjos de SAF.

Entende-se por SAF a adoção de qualquer sistema de integração que vise tanto a produção de alimentos (de origem animais ou vegetais) quanto o plantio de espécies arbóreas (para restauração florestal, produção de frutas, captura de carbono, etc.).

ABRANGÊNCIA

Podem participar do Concurso Ideias Renovadoras: Plantando Árvores e Colhendo Alimentos na Bacia do rio Doce produtores rurais (Pessoa Física ou Jurídica), empresas, ONGs, universidades, escolas ou instituições de pesquisa que possuam projeto de SAF, em qualquer fase de desenvolvimento.

Leia a Revista

CRONOGRAMA

22/03/20: abertura das inscrições

13/07/20: encerramento das inscrições

Julho de 2020: seleção pelo corpo de jurados técnicos (WWF-Brasil, Fundação Renova, Instituto Terra e ICRAF) das cinco iniciativas que irão para a fase de imersão

Agosto de 2020: divulgação dos finalistas

Setembro de 2020: oficina com os finalistas

IMERSÃO

Será realizada uma oficina de elaboração de arranjos de SAF para a bacia do Rio Doce. As cinco iniciativas finalistas se reunirão com especialistas, parceiros, governos estaduais de MG e ES, academia, ONGs, entre outros, para “mergulhar” no contexto da região e elaborar arranjos de SAF específicos para a bacia do rio Doce.

A imersão poderá ocorrer de forma presencial, na sede do Instituto Terra, em Aimorés (MG), ou remota, de acordo com decisão dos realizadores do Concurso. As atualizações sobre o formato da oficina serão divulgadas nesta página, assim que definidas.

PREMIAÇÃO

Além da imersão, com troca de experiências, consultoria e workshops para melhoria das práticas, os cinco finalistas do Concurso também ganharão:

Reconhecimento: reconhecimento da sociedade, por meio dos participantes e parceiros do concurso, das 5 melhores práticas de SAF, sendo 3 inseridas na bacia do rio Doce e 2 localizadas em qualquer área do território nacional.

Visibilidade: portas abertas para novas oportunidades e divulgação de uma publicação online com todas as propostas inscritas no concurso.

Prática: elaboração de arranjos SAF específicos para a bacia do rio Doce, pensado por especialistas e parceiros, com a participação dos 5 finalistas, que poderão ser implementados na bacia.

Premiação em dinheiro: R$ 6.000,00 para cada um dos cinco finalistas.

Parceiros

Realização
Realização

A Fundação é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar, com autonomia técnica, administrativa e financeira, os programas e ações de reparação e compensação socioeconômica e socioambiental para recuperar, remediar e reparar os impactos gerados a partir do rompimento da Barragem de Fundão, com transparência, legitimidade e senso de urgência. A Fundação foi estabelecida por meio de um Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas Vale e BHP, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016.

Curador técnico do concurso
Curador técnico do concurso

O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira e sem fins lucrativos que trabalha para mudar a atual trajetória de degradação ambiental e promover um futuro onde sociedade e natureza vivam em harmonia. Criada em 1996, atua em todo Brasil e integra a Rede WWF (Fundo Mundial para a Natureza), presente em mais de 100 países. Apoie nosso trabalho em wwf.org.br/doe.

WWF-Brasil

Parceiro
Parceiro

A Agrofloresta Mundial (ICRAF) é um centro de excelência em ciência e desenvolvimento que aproveita os benefícios das árvores para as pessoas e o meio ambiente. No Brasil, realiza pesquisas e gera conhecimento para criação de soluções práticas que promovem a restauração e a produção sustentável.

ICRAF

Parceiro
Parceiro

O Instituto Terra é uma organização civil sem fins lucrativos fundada em abril de 1998, que atua na região do Vale do Rio Doce, entre os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Trata-se de uma região do Brasil que vivencia as consequências do desmatamento e do uso desordenado dos recursos naturais como a seca, a erosão do solo e a falta de condições para o homem do campo viver e prosperar.

Instituto Terra

LEIA O EDITAL COMPLETO

Consulte aqui as regras do edital.

MAIS INFORMAÇÕES

Dúvidas sobre o Concurso podem ser esclarecidas no e-mail psariodoce@fundacaorenova.org 

Também é possível falar conosco por meio dos nossos canais oficiais de relacionamento:

0800 031 2303 (ligação gratuita)

https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/

Perguntas e Respostas

Agora, também é aceito o envio da Ficha de Inscrição, preenchida, assinada e digitalizada, juntamente com os anexos necessários, por e-mail (psariodoce@fundacaorenova.org) ou WhatsApp (61 99688-8293). Além disso, permanece a opção de inscrição online com acesso pelo site (https://www.fundacaorenova.org/paineis/ideias-renovadoras/).

Dúvidas para se inscrever pelo site? Siga o Passo a Passo (infográfico ou PDF) publicado aqui na página do concurso.

Apesar de termos como objetivo final do concurso o desenvolvimento de arranjos de SAF adaptáveis à Bacia do Rio Doce, a seleção das iniciativas é aberta para todo o Brasil. Nossa intenção é premiar boas experiências de qualquer parte do país e agregar esses conhecimentos para a recuperação florestal da Bacia do Rio Doce.

 

Observe o item 5 do Edital, transcrito abaixo:

 

  1. Inscrições

5.1. Categorias de inscrição

5.1.1. O Concurso aceita duas categorias de inscrições, dependendo do local onde se situa a iniciativa de SAF que está sendo inscrita, conforme disposto no item 4, sendo:

5.1.1.1. Projetos ou iniciativas localizadas total ou parcialmente em municípios da bacia do rio Doce;

5.1.1.2. Projetos ou iniciativas localizadas em porção do território nacional externa aos municípios da bacia do rio Doce.

 

Na inscrição, deverá ser informado se a agrofloresta se encontra dentro ou fora da Bacia do Rio Doce, o que poderá ser verificado no item 4 do Edital, que lista todos os municípios considerados, para fins deste concurso, como sendo da referida bacia.

 

Dessa forma, agroflorestas implantadas em qualquer lugar do Brasil podem, sim, ser inscritas.

 

Se você tem uma agrofloresta, não deixe de se inscrever!

Aqui na página do Concurso Ideias Renovadoras, inserimos um novo acesso ao Edital, para ficar mais fácil.  Além disso, também disponibilizamos um passo a passo para a realização de sua inscrição, no site do PROSAS.

Se a propriedade ou a atividade de SAF desenvolvida estiver associada a outra pessoa (brasileira), esta poderá se inscrever.

 

Informamos que, de acordo com o item 3 do Edital do Concurso Ideias Renovadoras, podem participar: pessoa física brasileira ou pessoa jurídica legalmente constituída no Brasil.

 

Veja o trecho do edital:

“3. Elegibilidade 
3.1.São condições para elegibilidade no Concurso Ideias Renovadoras, sob pena de desclassificação:
3.1.1. Se pessoa física, ter mais de 18 anos de idade e ser brasileiro(a); e, no caso de pessoa jurídica, encontrar-se legalmente constituída no Brasil; para participar, a pessoa deverá ser brasileira.” 

 

Neste momento, estamos valorizando a participação de brasileiros no Concurso. De toda forma, gostaríamos que mantivessem o interesse para outras oportunidades que surgirem.

De acordo com o item 3 do Edital do Concurso Ideias Renovadoras, podem ser inscritas iniciativas com qualquer tempo de plantio/estabelecimento.

 

Veja o trecho do edital transcrito a seguir:

3. Elegibilidade  

3.1.São condições para elegibilidade no Concurso Ideias Renovadoras, sob pena de desclassificação:  

[…]  

3.1.2. Apresentar ao menos 1 (uma) iniciativa/experiência de SAF para fins de recuperação florestal localizada no território nacional, dentro ou fora da bacia do rio Doce, conforme disposto no item 4, e com qualquer tempo de plantio/estabelecimento;

Neste momento, estamos em busca de iniciativas que já estejam dando algum tipo de resultado em campo, de modo que essas experiências possam contribuir na elaboração de novos arranjos de SAF adaptáveis para a bacia do rio Doce.

Sim, é possível que o candidato inscreva iniciativa de SAF que se encontre em propriedade de outra pessoa, desde que essa pessoa tenha interesse e autorize a inscrição.

Veja o item 12.16 do edital:

“12.16. Os participantes apenas poderão inscrever projetos de sua autoria ou com a autorização de seu proprietário.” 

 

Essa “autorização” não precisa ser formal, ou seja, o que é necessário é que o proprietário esteja ciente e interessado de que a propriedade esteja participando do concurso e que ceda os dados da propriedade à pessoa que irá fazer as inscrições.
Considere também o disposto no item 12.22:
“12.22. A Comissão Julgadora poderá, a qualquer tempo, efetuar diligências para verificar a veracidade das informações prestadas pelos concorrentes, bem como solicitar a revalidação de documentos fornecidos.” 

Deixe seu comentário