Fundação Renova

Reparação da bacia do rio Doce terá mais de R$ 10 bilhões em 2022

Publicado em: 17/02/2022

Fundação Renova , Território Mariana

Valor corresponde a um aumento de 78% em relação ao previsto para o ano passado, e o total acumulado desembolsado deve chegar a R$ 30 bilhões ao fim deste ano

Em 2022, a previsão de orçamento da Fundação Renova para ações de reparação e compensação na bacia do rio Doce é de R$ 10,4 bilhões. O valor é 78% maior em relação aos R$ 5,86 bilhões previstos para 2021. Dessa forma, o total investido ao final deste ano deve chegar a R$ 30 bilhões.

Até dezembro do ano passado, foram desembolsados  R$ 19,6 bilhões nas ações de reparação e compensação. Desse valor, R$ 8,71 bilhões foram destinados a pagamentos de indenizações e auxílios financeiros, alcançando mais de 363,5 mil pessoas. Para este ano, a previsão é de R$ 5,4 bilhões em indenizações e auxílios financeiros, o que representa uma alta de 150% em relação aos R$ 2,16 bilhões previstos para 2021.

No ano passado, foram desembolsados R$ 5,6 bilhões em pagamentos de indenizações e auxílio financeiro. Desse montante, R$ 5,1 bilhões foram pagos por meio do Sistema Indenizatório Simplificado, implementado em agosto de 2020, a partir de decisão da 12ª Vara Federal, que permite a indenização de categorias muitas vezes informais, como artesãos, carroceiros, lavadeiras, pescadores de subsistência e informais, areeiros e outros. O sistema também indeniza categorias formais, como pescadores profissionais, proprietários de embarcações e empresas como hotéis, pousadas e restaurantes.

Reassentamentos

Para as obras de reassentamento está previsto, em 2022, o investimento de R$ 1,79 bilhão, valor 60% superior à quantia de  R$ 1,1 bilhão prevista em 2021. O montante refere-se a todas as modalidades de reassentamento, englobando as construções dos novos distritos de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo, em Mariana (MG), e Gesteira, em Barra Longa (MG), a modalidade de Reassentamento Familiar e a reconstrução de residências em comunidades rurais. Com a infraestrutura concluída, o foco em Bento Rodrigues é a construção de casas. Em Paracatu de Baixo, a previsão é concluir a infraestrutura e avançar na edificação das residências.

Uso Sustentável da Terra

As ações do programa de Uso Sustentável da Terra (UST) receberão recursos de R$ 538,4 milhões para garantir a continuidade, expansão e suporte às atividades agropecuárias, de recuperação de nascentes e Áreas de Preservação Permanente (APPs) e manejo de rejeito. Para atividades agropecuárias, R$ 77 milhões serão direcionados para construção de infraestrutura, como bebedouros, currais, galinheiros, cômodos, baias e viveiros de peixe. Estão previstas também cerca de 7.200 horas de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER).

Socioambiental

As ações socioambientais terão R$ 257,6 milhões em 2022. Desse valor, R$ 101,8 milhões serão direcionados para a área de biodiversidade, como programa de monitoramento aquático e terrestre, além de pesquisas.

 

Este conteúdo foi útil para você?

15 comentários

    Boa tarde meu nome ludemila Silva De Almeida estou desempregada. Trabalhava para pousada de BH Minas Gerais fui mandada embora e continuei trabalhando sem carteira assinada de serviço Gerais agora tô trabalhando de vender coisa as vezes na praia tá muito difícil pra mim .pago aluguel agua etc. Nossa atento tempo estou esperando uma solução. Obrigada medescupa as vezes preciso fazer meu comentário. Tenha uma boa tarde

    Responder

    Olá, Ludemila. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre compensação financeira são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas.

    Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, ou no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Ola pessoal da renova ,,
    FIZ MEU CADASTRO EM DEZEMBRO DE 1021 QUAL A PROVISÃO DE INDENIZAÇÃO PARA ESTA DATA, OBG PESCADOR FORMAL,,

    Responder

    Olá, Gerison. Conforme decisão de 30 de outubro de 2021, a 12ª Vara de Justiça Federal determinou que as solicitações/manifestações de cadastros fossem admitidas pela Fundação Renova até 31 de dezembro de 2021, findo o qual considera-se definitivamente encerrada essa fase preliminar.
    As manifestações serão atendidas por ordem de registro até dezembro de 2023.
    Para mais informações, recomendamos que entre em contato com um dos nossos Canais de Relacionamento.
    Fale pelo telefone 0800 031 2303 ou em nosso site, acessando o Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Olá boa noite eu fiz o meu cadastro em 30/10/2021 qual seria o prazo indenizatório para quem se cadastro nesta data. Obrigado

    Responder

    Olá, Eurico. Conforme decisão de 30 de outubro de 2021, a 12ª Vara de Justiça Federal determinou que as solicitações/manifestações de cadastros fossem admitidas pela Fundação Renova até 31 de dezembro de 2021, findo o qual considera-se definitivamente encerrada essa fase preliminar.
    As manifestações serão atendidas por ordem de registro até dezembro de 2023.
    Para mais informações, recomendamos que entre em contato com um dos nossos Canais de Relacionamento.
    Fale pelo telefone 0800 031 2303 ou em nosso site, acessando o Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Gostaria de saber quando vão ser analisados os processos e se temos direito a essa indenização “,pois sabemos que nossa região também foi afetada (Abrolhos).Extremo Sul da Bahia(Caravelas e região).Temos alguma previsão?

    Responder

    Olá, Silvane. A Fundação Renova é a entidade responsável pela mobilização para a reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG). Trata-se de uma organização sem fins lucrativos, resultado de um compromisso jurídico chamado Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC). Ele define o escopo da atuação da Fundação Renova. Segundo o TTAC, o município de Abrolhos (BA) não faz parte das localidades atendidas pela Renova.

    Você pode acompanhar outras iniciativas da Fundação Renova, acessando: https://www.fundacaorenova.org/.

    Responder

    Caso seja determinado a inclusão das cidades atingidas pela lama via judicial, vcs da renova irão pagar?

    Responder

    Olá, Paulo. Trabalhamos para reparar todos aqueles que têm direito à compensação financeira. Cada caso é analisado individualmente, por meio dos programas criados para cuidar dos processos de ressarcimento.
    Em relação a compensação financeira, sempre orientamos que, para informações e o esclarecimento de dúvidas, o contato seja realizado por meio dos nossos Canais de Relacionamento:
    telefone 0800 031 2303 e no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Saudações meu nome e Gilda gostaria de implementar junto com a Renova um projeto de revitalização na região de IPATINGA MG. CASO INTERESSE FAVOR ENTRE EM CONTATO .GILDAARTHUR22@HOTMAIL.COM

    Responder

    Olá, Gilda. Ficamos felizes com seu interesse em fazer parte das ações de reparação e compensação da Fundação Renova.
    Orientamos que você entre em contato com o nosso Núcleo Institucional pelo e-mail: nucleoinstitucional@fundacaorenova.org. Lembre-se de esclarecer o objetivo, informar dados importantes sobre o projeto no qual você está envolvido ou caso esteja representando alguma instituição ou comunidade.

    Responder

    Boa noite!

    Sou Mecias Fontes. Caravelas/Bahia.

    E com enorme respeito, que venho solicitar desta Instituicao Fundacao Renova,, se existem alguma decisao da 12 Vara Federal, no sentido de incluir o Extremo Sul da Bahia, onde foi afetado com rejeitos da mineradora SAMARCO, causando um grande impacto ambiental e deixando as comunidades desastidas, trazendo prejuizos e danos para populaçoes da nossa região

    Responder

Deixe um comentário para Ludemila Silva de Almeida