Fundação Renova

Prêmio Hugo Werneck reconhece projeto de restauração fluvial, adotado pela Fundação Renova, como Melhor Exemplo em Água

Publicado em: 21/03/2022

Ambiental

Projeto ReNaturalize recria as características do rio Gualaxo do Norte

Recriar características e processos ecológicos naturais nos trechos do rio Gualaxo do Norte, um dos principais afluentes do rio Doce, é o objetivo da Fundação Renova ao adotar a solução ReNaturalize, desenvolvida em parceria com a empresa capixaba Aplysia Soluções Ambientais. A iniciativa foi reconhecida como o Melhor Exemplo em Água pela 12ª edição do Prêmio Hugo Werneck, de referência nacional e considerado o Oscar da ecologia no país.

“O método de renaturalização fluvial é uma iniciativa da Renova no desenvolvimento de soluções ambientais customizadas e que vem alcançando bons resultados na recuperação do Gualaxo do Norte. Esse prêmio reafirma que estamos caminhando na direção correta”, afirma Paulo Machado, especialista em Manejo de Rejeitos.

Implantada em 2019 no rio Gualaxo do Norte, a solução ReNaturalize visa a aceleração do restabelecimento das condições ambientais do rio e integra o Projeto Piloto de Renaturalização para a reparação ambiental da bacia do rio Doce, atingida pelo rejeito oriundo do rompimento da barragem de Fundão. Biólogos, ecólogos e engenheiros da Aplysia, juntamente com a Renova, instalaram às margens do Gualaxo do Norte estruturas de madeira como árvores, troncos e capins para auxiliar no controle do fluxo das águas, criando pequenas porções de remansos a fim de favorecer a criação e aumentar a variedade de habitats propícios para a sobrevivência e o desenvolvimento de pequenos organismos e peixes.

Ao todo, o Projeto Piloto de Renaturalização já revitalizou uma extensão de, aproximadamente, 1,8 quilômetro, com a fixação de 203 estruturas no decorrer do rio Gualaxo do Norte nas proximidades do córrego Santarém, em Mariana (MG).

É a segunda vez que o ReNaturalize é reconhecido em uma premiação. Em 2021, a solução faturou o BRICS Solutions for SDGs Awards, na categoria Água Limpa e Saneamento (ODS 6). A premiação reconhece trabalhos de impacto, realizados nos países do bloco – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS), especialmente por meio de projetos inovadores e soluções digitais de base tecnológica.

Para conhecer o projeto ReNAturalize bem como os outros vencedores da 12ª edição do Prêmio Hugo Werneck, acesse o link: https://www.youtube.com/watch?v=XJNuMYtohIo

 

Este conteúdo foi útil para você?

8 comentários

    Bem, minhas esperanças foram renovadas agora . Acredito que esse meu país tão lindo tem solução como essa para nossos rios e mananciais.Minhas esperanças se renovaram .Parabéns fundação Renova.

    Responder

    Meus parabéns. Mas apenas 1,8 quilômetros???

    O Rio Doce tem 853 km de extensão. Que seja o primeiro de muitos para que possa ser replicado.

    Responder

    Olá, Heverton. Compreendemos a sua preocupação e reiteramos que estamos empenhados na recuperação da bacia do Rio Doce. O rio é o mais monitorado do Brasil, são mais de 1,6 milhões de dados coletados anualmente que mostram que as condições da água são similares às de antes do rompimento.
    Atualmente, como toda água bruta captada, a do rio Doce pode ser bebida com segurança desde que seja tratada. Isso significa que é própria ao consumo humano após passar pelo tratamento convencional nas ETAs, antes de chegar às torneiras do consumidor.
    Soluções de recuperação da bacia do Rio Doce, que envolvem ações relacionadas a manejo de rejeito, restauração florestal, proteção de nascentes, segurança hídrica, saneamento e educação ambiental, entre outras, estão em desenvolvimento.

    Você pode acessar os relatórios sobre a situação da água, o trabalho de monitoramento e a recuperação da água pelo nosso site: fundacaorenova.org/agua.

    Responder

Deixe seu comentário