Fundação Renova

Parceria entre Fundação Renova e BrazilFoundation promove empreendedorismo na bacia do rio Doce

Publicado em: 19/01/2021

Economia e Inovação

Ao todo, 13 projetos de seis municípios mineiros e capixabas foram beneficiados com capacitações e investimentos financeiros

O primeiro ciclo da parceria entre a Fundação Renova e a BrazilFoundation para promover o desenvolvimento econômico e o empreendedorismo nos municípios afetados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), possibilitou o desenvolvimento de projetos em seis cidades mineiras e capixabas na bacia do rio Doce. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 738 mil em 13 projetos para estímulo a organizações sociais e microempreendedores.

O edital do primeiro ciclo foi lançado em janeiro de 2019 e, após a seleção de 13 projetos, iniciou-se o processo de capacitação para a modelagem e a gestão de empreendimentos sustentáveis por meio de aulas e consultorias (presenciais e virtuais) em temas como Gestão, Gestão Financeira, Comunicação, Marketing, Precificação e Acesso ao Mercado.

Em paralelo, foi realizado um monitoramento para avaliação de planos de negócios e definições de indicadores de resultado, com acompanhamento da execução dos projetos por meio de reuniões periódicas e de suporte técnico.

Em Minas Gerais, foram selecionados dez projetos, são eles: 

  • APARD – Associação dos Pescadores e Amigos do rio Doce, em Governador Valadares: incremento da pscicultura social e transferência de tecnologia para criação de peixes em tanques-rede – Projeto Surubim
  • ASCANAVI – Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis Natureza Viva, em Governador Valadares: melhoria dos processos de reciclagem
  • Sindicato dos Agricultores Rurais de Ipaba, em Ipaba: diversificar as culturas por meio do sistema de irrigação por gotejamento
  • Associação de Cooperação Agrícola 1º de Junho, em Tumiritinga: renovação do alambique e aprimoramento da cachaça Mineira do Leste
  • Associação do Assentamento Cachoeirinha, em Tumiritinga: revitalização do laticínio Tumiritinga (em fase de finalização das obras)
  • Atelier Lar Doce Lar, em Resplendor: capacitação em artesanato
  • Associação de Artesãos Mãos do Povo, em Resplendor: reestruturação do espaço de vendas e aprimoramento do artesanato
  • Mimos da Mari, em Resplendor: adequação do processo de produção de peças artesanais
  • Conselho de Desenvolvimento Comunitário do Barbosa, em Sem Peixe: estruturação da cozinha comunitária local
  • Associação da Escola Família Agrícola de Camões, em Sem Peixe: implantação na sede da escola de unidades de produção agrícola para gerar renda aos estudantes, com foco na execução prática da teoria aprendida durante as aulas

No Espírito Santo, três projetos foram selecionados, todos em Baixo Guandu, são eles:

  • Associação de Produtores Rurais do Córrego Mutum Claro: incremento na produção de pães, bolos e doces
  • Associação de Produtores Rurais do Córrego Mutum Preto: aprimoramento da produção de legumes e hortaliças
  • Ilha da Fantasia: aumento e diversificação da produção de doces artesanais

Os resultados

O trabalho desenvolvido ao longo de 19 meses, de março de 2019 a setembro de 2020, beneficiou diretamente 538 pessoas com ações de fortalecimento da gestão e estrutura de negócios locais. A partir da iniciativa, os empreendedores tiveram resultados expressivos na gestão dos negócios, desenvolvimento e aprimoramento de produtos e serviços, e ampliação da capacidade de comercialização, o que proporcionou um aumento da renda obtida a partir dos projetos. 

“Os projetos contribuíram de forma significativa para tornar os negócios participantes mais competitivos e fortalecer seu potencial de geração de renda, a partir do aprimoramento de atividades já desenvolvidas pelas comunidades. Cerca de 50% dos empreendimentos incorporaram novos colaboradores ou criaram postos de trabalho”, diz André Mapa, Analista de Economia e Inovação da Fundação Renova.

Os 13 grupos produtivos estabeleceram uma estrutura com equipamentos adequados para aumentar o volume e a qualidade da produção. E cerca de 75% já reportaram elevação nos resultados.

Além dos cenários produtivos apresentados acima, outros ainda estão por vir. A Fundação Renova e BrazilFoundation também realizaram a segunda chamada, com mais 10 projetos que foram executados no 2ª ciclo, ao longo de 2020. Os resultados deverão ser divulgados ainda neste ano.

Sobre a BrazilFoundation

A BrazilFoundation é uma organização internacional, com sedes em Nova York e no Rio de Janeiro, com atuação independente, e o objetivo de mobilizar recursos para ideias e ações que contribuam para promover igualdade, justiça social e oportunidade para os brasileiros. A BrazilFoundation busca doadores individuais e parceiros institucionais para a apoiarem.

Ao longo de 18 anos de experiência em mapear, selecionar, apoiar e capacitar organizações sociais, a BrazilFoundation percebeu que organizações pequenas e de médio porte têm muita dificuldade de acessar recursos estratégicos, que visem melhorar sua gestão e acelerar seu crescimento.

Este conteúdo foi útil para você?

Deixe seu comentário