Fundação Renova

Obras da nova adutora de Governador Valadares atravessam a Avenida JK

Publicado em: 08/07/2021

Adutora Governador Valadares

Os trabalhos para a instalação dos tubos começam nesta quinta-feira (8) e tem
previsão de conclusão até segunda-feira (12)

A obra da nova captação de água de Governador Valadares, em Minas Gerais, vai passar pelo cruzamento da Avenida JK com a rua Lincoln Byrro, entre os bairros São Paulo e Vila Bretas. A instalação dos tubos começa na quinta-feira, dia 8 de julho, e tem previsão de conclusão na segunda-feira, dia 12. O trânsito será liberado dia 13.

Durante a intervenção, haverá sinalização e profissionais no trecho da obra, orientando os motoristas e disponíveis a tirar dúvidas, solucionar problemas e dialogar com a comunidade.

A obra é conduzida pela Fundação Renova e executada em campo por empresas especializadas. As atividades também são supervisionadas pela Prefeitura Municipal de Governador Valadares, pela Câmara de Vereadores e pelo SAAE.

“Foi elaborado um plano de trabalho minucioso que considerou todas as interferências existentes na avenida, bem como as medidas de segurança necessárias para mitigar os possíveis riscos para realização dos serviços, como sinalização completa da via e apoio dos agentes de trânsito guarda municipal no direcionamento dos desvios”, afirma Nilo Luís Paiva de Carvalho, gerente de obras da Fundação Renova.

A adutora, que vai fornecer à sede do município de Governador Valadares uma nova captação de água no rio Corrente Grande, terá capacidade de aportar, quando necessário, até 900 litros de água por segundo nas Estações de Tratamento de Água (ETAs) Central, Santa Rita e Vila Isa.

Mais de 1,7 km de tubulação foram instalados no trecho urbano, totalizando mais de 15 quilômetros concluídos em toda a extensão da obra, que tem um total de 38 quilômetros. Na zona rural, importantes etapas também foram finalizadas, como a estrutura das travessias sob a linha férrea. A obra já tem a liberação para captação de água no rio Corrente pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam).

“A partir desta semana também teremos uma página especial da adutora no site da Fundação Renova, que traz detalhes sobre as frentes de trabalho espalhadas ao longo dos 38 quilômetros da obra. Fotos, vídeos, time-lapse, dados e informações estão disponíveis de forma visual e interativa. O objetivo é prestar contas e gerar conhecimento sobre a extensão e complexidade do empreendimento”, revela Nilo Luis Paiva de Carvalho.

Segurança

A obra segue as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar a propagação do novo coronavírus. Todas as atividades em campo seguem as medidas de segurança, como aferição diária da temperatura dos colaboradores, distância mínima de 2 metros, uso obrigatório de máscaras e distanciamento dos moradores e pedestres. A cada 20 dias, 50% do efetivo da obra passa por um teste de Covid-19, ou seja, a cada 40 dias ocorre a testagem de 100% do efetivo da obra da adutora.

 

Este conteúdo foi útil para você?

Deixe seu comentário