Fundação Renova

Fundação Renova monitora água tratada em Governador Valadares

Publicado em: 17/10/2016

Monitoramento da Água

Concentração de alumínio segue inferior ao máximo permitido pelo Ministério da Saúde

A Fundação Renova realiza, desde 29 de setembro de 2016, análises diárias do percentual de alumínio presente na água de cinco estações de tratamento de Governador Valadares: São Vitor, Santa Rita, Recanto dos Sonhos, Vila Isa e Central. A medida foi recomendada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e pela Justiça Federal no dia 26 de setembro e deve durar 40 dias úteis.

Os laudos do laboratório contratado pela Fundação Renova indicam que a concentração de alumínio total nas amostras está entre 0,03 e 0,08 mg/L, valores bastante inferiores ao máximo permitido pela Portaria 2914 do Ministério da Saúde, que é de 0,2 mg/L.

As coletas são realizadas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e acompanhadas pela Fundação Renova e pelo laboratório indicado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Após uma primeira análise no próprio SAAE, uma alíquota da amostra colhida é enviada para os laboratórios contratados. Os resultados do MPMG ainda não foram divulgados.

De acordo com o SAAE, os parâmetros de alumínio na água sempre foram atendidos, mesmo logo após o rompimento da barragem de Fundão e com a passagem da pluma de turbidez pela região de Governador Valadares.

Coleta para monitoramento da qualidade da água. | Foto: Leo Drumond / NITRO

Em relação à qualidade da água bruta, que também é monitorada pela Fundação em 53 pontos ao longo do Rio Doce, laudos recentes comprovam que, na região de Governador Valadares, o parâmetro químico de alumínio está dentro do limite previsto pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) e dentro do histórico do rio.

3 comentários

    Agência 1642 21 393-0 caixa economica federal Joao ferreira neto cpf 90001435604 rg 7214901 Rua António Carlos 103 baguari distr de gov valadares cep 35105000

    Olá, Joaoferreiraneto. Entendemos a sua posição e garantimos que estamos trabalhando para que todos os atingidos sejam indenizados e tenham suas perdas reparadas. Todas as informações e o esclarecimento de dúvidas sobre seu processo são fornecidas por meio dos nossos Canais de Relacionamento, uma vez que prezamos pela confidencialidade das informações dos atingidos, que são sigilosas e não podem ser informadas em redes sociais públicas. Entre em contato pelo telefone 0800 031 2303, no Centro de Informações e Atendimento (CIA) da sua região e também no Fale Conosco, em nosso site: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

Deixe seu comentário