Fundação Renova

Estações de Tratamento de Esgoto são concluídas com recursos compensatórios, em Linhares (ES)

Publicado em: 27/05/2022

Programa de Saneamento , Território Foz do Rio Doce

Cerca de R$ 4,9 milhões foram investidos em obras de saneamento nos distritos de Vila Bagueira e Baixo Quartel 

Foram inauguradas duas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) no município de Linhares, no norte do Espírito Santo. Realizadas com recursos compensatórios do Programa de Saneamento da Fundação Renova, que investiu cerca de R$ 4,9 milhões, as obras foram finalizadas em dezembro de 2021. 

No distrito de Baixo Quartel, foram concluídos cerca de 4 km de redes coletoras de esgoto, duas elevatórias de esgoto e uma ETE composta por tratamento preliminar, reator UASB, biofiltro, decantador e leito de secagem de lodo. No distrito de Vila Bagueira, foram concluídos cerca de 3 km de redes coletoras, uma elevatória de esgoto e uma ETE também composta por tratamento preliminar, reator UASB, biofiltro, decantador e leito de secagem de lodo. Confira os depoimentos de alguns moradores da região sobre as novas Estações de Tratamento de Esgoto:

YouTube video

 

Recursos compensatórios

A Fundação Renova vai disponibilizar cerca de R$ 147 milhões em recursos compensatórios para os municípios de Linhares, Colatina, Baixo Guandu e Marilândia, impactados pelo rompimento da barragem de Fundão (MG), e para o Consórcio Público para Tratamento e Destinação Final Adequada de Resíduos Sólidos da Região Doce Oeste do Estado do Espírito Santo (Condoeste), composto por 22 municípios localizados próximo ao rio Doce.

Visando a melhoria da qualidade da água do rio Doce,  são realizadas, no momento, ações de esgotamento sanitário e destinação de resíduos sólidos urbanos, além de atividades complementares de apoio técnico e capacitação dos agentes municipais, por meio da contratação do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

Até março deste ano, foram repassados R$11,6 milhões aos municípios de Baixo Guandu, Colatina e Linhares, e ao Condoeste. As parcelas são liberadas mediante análise, aprovação dos projetos e vistorias das obras, realizadas pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

Em Colatina, foi concluída a primeira etapa da ETE Barbados, que compreende o tratamento preliminar/primário, e está em andamento a obra para a implantação da Central de Tratamento de Resíduos (CTR) de Colatina pelo Condoeste, que deverá beneficiar cerca de 500 mil pessoas. Já em Baixo Guandu, estão em elaboração os projetos básicos do sistema de esgotamento sanitário da sede municipal e dos distritos de Vila Nova do Bananal, Ibituba, KM 14 e Alto Mutum Preto.

Este conteúdo foi útil para você?

Deixe seu comentário