Fundação Renova

Comunidade de Bento Rodrigues se reúne para celebrar o dia de Nossa Senhora Aparecida no novo distrito

Publicado em: 18/11/2022

Reassentamentos , Território Mariana

Realizada há mais de 40 anos, a homenagem à padroeira do Brasil foi marcada por uma cerimônia religiosa e almoço no reassentamento

No dia 12 de outubro, centenas de pessoas saíram em carreata pelas ruas de Mariana, em Minas Gerais, em direção ao Oratório de Nossa Senhora Aparecida para celebrar o dia da padroeira do Brasil. No local, que fica próximo ao antigo distrito de Bento Rodrigues, foi realizada uma cerimônia religiosa. A festa, realizada anualmente há mais de 40 anos, marcou o retorno da celebração após o período de isolamento social. 

Com o objetivo de estimular a continuidade das tradições culturais e religiosas da comunidade, a festa conta com apoio do programa de Memória Histórica, Cultural e Artística, da Fundação Renova. A imagem de Nossa Senhora Aparecida acompanhou o grupo durante todo o trajeto. Para encerrar o festejo, os fiéis se reuniram para um almoço no novo distrito de Bento Rodrigues, com direito a brinquedos e brincadeiras para as crianças. 

Para Alexandre Coelho, analista de Desenvolvimento Social da Fundação Renova, a retomada da celebração é simbólica não apenas pela sua importância, mas também pelo retorno das tradições comunitárias. “Poder cooperar com o retorno desta festividade em um momento tão crucial para a comunidade e a Fundação Renova, que é a proximidade do período de mudança de algumas famílias para o novo distrito, é realmente gratificante”. 

Oratório

Construído no mesmo local do antigo, o oratório foi o primeiro bem público entregue à comunidade, a pedido dos organizadores da festa da padroeira do Brasil. A estrutura antiga foi substituída por uma nova, similar a uma capela. O local recebeu, ainda, uma imagem da padroeira, restaurada pela Reserva Técnica da Fundação Renova. 

Este conteúdo foi útil para você?

3 comentários

    Boa tarde . Fui orientado pela minha advogada a escrever para a Renova e relatar a situação que reclamei com ela. Moro em bugre e possuímos propriedade rural na cidade que foi atingida pelos danos do acidente . Nossos afluentes foram poluídos e nossa captação de água. Entrei no sistema simplificado de indenização em abril na cidade de bugre , porém meu pedido foi finalizado com negativa pouco tempo depois . Minha advogada recorreu e já fazem meses que está aguardando análise dos peritos da 12° vara no status do portal . Eu não entendo de leis e na época fiz a reclamação às autoridades do bugre e sempre pediram para esperar e nunca me davam posicionamento concreto de como agir . Não entendo de leis e não podia arcar com um advogado . Todos pareciam querer tirar proveito da situação e cobrar altos valores . Apenas esse ano em abril consegui em um mutirão de advogados do sistema simplificado de indenização da renova fazer meu cadastro no bugre . Gostaria de falar que não posso ficar esperando tanto tempo . Gastamos na época e nesses 7 anos se o dinheiro tivesse sido investido em gado ou produção agrícola já teríamos um valor maior que a indenização a qual busco , já corrigido pela inflação. Tenho documentos da terra , de endereço, temos fotos da época do dano , testemunhas e meu pedido foi negado pela renova . Isso me deixa muito indignado e com grande sentimento de injustiça, ainda mais quando vemos pessoas que tiveram danos bem menores receberem a indenização. Por favor , me ajudem . Eu posso provar e enviar todos os documentos que precisam . Eu não entendo por que negaram a minha indenização? O que faltou ? Falem para mim que eu envio o que for preciso . Se quiserem fazer uma visita e perícia na nossa propriedade estou à disposição! Estou muito indignado com essa atitude da renova e quero resolver de forma amistosa com a fundação antes de tentar procurar os meus direitos por outras vias pois estou me sentindo injusticado . Houve dano ambiental e material . Desculpem se a renova não teve culpa da minha situação e se foi algum erro ao analisar meu pedido . Mas estou muito indignado ao ver outras pessoas receberem e eu não. Com todas as provas e disposição para colaborar com a verdade . Quanto mais o tempo passa , menos vale essa indenização e mais valeria se tivesse investido o dinheiro em outras coisas. Muito obrigado . Aguardo retorno e estou disposto a solucionar esse problema . Agradeço a compreensão. Boa tarde .

    Responder

    Olá, Kenan. Compreendemos a sua preocupação e estamos empenhados em garantir que toda reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem cheguem às pessoas e comunidades atingidas. Pela segurança dos seus dados pessoais e confidencialidade de informações sigilosas, recomendamos que você entre em contato em nossos Canais de Relacionamento pelo telefone 0800 031 2303 e no Fale Conosco: https://www.fundacaorenova.org/fale-conosco/.

    Responder

    Que nada vcs da renova só sabe enganar o povo enrrolar é isso mesmo o povo já tá revoltado, o juiz da uma decisão favorável a nois atingido vcs recorre então agora quer posta mentira.

    Responder

Deixe seu comentário