Fundação Renova

Encontro com Pavan Sukhdev


Como superar o desafio de construir soluções para as regiões e comunidades impactadas?

Sobre o evento

No dia 28 de novembro de 2016, a Fundação Renova, em parceria com a Fundação Dom Cabral, reuniu representantes das comunidades e de instituições da sociedade civil para discutir coletivamente as soluções para as regiões impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão. O evento contou com a participação especial de Pavan Sukhdev, especialista indiano em desenvolvimento sustentável e economia verde.

O encontro foi transmitido ao vivo, pelo site da Fundação Renova, e você pode acessar os conteúdos da discussão nesta página (incluindo os principais pontos apresentados pelos palestrantes, imagens, vídeos e pesquisas citadas).

Participantes

Pavan Sukhdev
Pavan Sukhdev

Especialista indiano em desenvolvimento sustentável e economia verde. Embaixador do Meio Ambiente da ONU e CEO-fundador da GIST Advisory, consultoria colaborativa que avalia o desempenho – incluindo externalidades – para governos, empresas e ONGs.

Satya Tripathi
Satya Tripathi

Secretário do Comitê Diretor do Tsunami Global Lessons Learned Project (TGLLP). Tem a experiência de ter participado da reconstrução de Atya – região da Indonésia mais atingida pelo Tsunami de 2004.

Roberto Waack
Roberto Waack

Diretor-presidente da Fundação Renova. Com extenso currículo na área de sustentabilidade, Waack mantém longo relacionamento com organizações nacionais e internacionais da sociedade civil, entre elas, WWF Brasil, Global Reporting Initiative (GRI), Forest Stewardship Council (FSC), Ethos e Fundo Brasileiro para a Biodiversidade.

Reabilitação

Durante a apresentação, Pavan abordou a importância do diálogo para superar o desafio complexo de seguir com o reparo, a restauração e a reconstrução das comunidades e regiões impactadas.

A reabilitação, para ele, quer dizer a construção de uma vida nova, que possui elementos da vida antiga e novos elementos de esperança. Mas, para caminhar nessa direção, há sempre o desafio de compreender tudo que pode ser feito. Essa compreensão não pode existir sem colaboração, consulta e cooperação.

“Como nós podemos mobilizar essa consulta, como engajar os diferentes stakeholders e as partes interessadas, as diferentes fronteiras da sociedade, as companhias envolvidas, a própria Fundação como um agente de mudança? Como nós podemos envolver todos esses agentes e como nós podemos nos unir e se certificar de que todos estão falando a mesma língua?”, questiona Pavan.

A participação das comunidades nesse processo de construção coletiva é fundamental. Para Pavan, não existe uma solução única para o problema e, por isso, é preciso ter criatividade e fomentar o diálogo. “O trabalho de recuperação das áreas afetadas é, por si só, uma reafirmação da resiliência humana e da criatividade na construção de soluções eficientes em situações tão desafiadoras. Em respeito aos que faleceram e aos que foram impactados pelo desastre é que devemos aprender com as comunidades afetadas, por meio do diálogo contínuo, para encontrarmos as melhores estratégias”, afirmou Pavan Sukhdev.

Buscar Exemplos

O rompimento da barragem de Fundão foi um evento inédito no Brasil, mas, de acordo com Pavan Sukhdev, é possível se inspirar em acidentes com consequências ambientais e sociais semelhantes.

Como exemplo, o especialista apresentou algumas das ações aplicadas durante o processo de reconstrução da cidade de Minami Sanriku, no Japão, uma das mais devastadas pelo terremoto e tsunami ocorrido em 11 de março de 2011.  

Segundo ele, os governos locais utilizaram as sugestões e elementos trazidos pelo grupo de consultores e elaboraram o seu próprio projeto de reconstrução. Concentraram-se nas plantas de geração de energia (biogás, carvão vegetal da área florestal da região, energia das marés etc) e criaram um sistema de certificação para que todos os produtos fossem ambientalmente e legalmente corretos.

Pavan reforçou, a partir do exemplo do Japão nos momentos pós-desastre, como um plano pode ser criado, envolvendo diversos atores e muitas soluções, para que se consiga sair de uma crise em uma velocidade razoavelmente boa.

O Secretário do Comitê Diretor do Tsunami Global Lessons Learned Project (TGLLP), Satya Tripathi, também participou das discussões, por meio de uma ligação por vídeo. Satya compartilhou a experiência de ter participado da reconstrução de um ambiente altamente devastado, logo após o tsunami que varreu boa parte dos países no Oceano Índico em 2004, resultando em 500 mil pessoas feridas e 230 mil que perderam suas vidas.

O especialista comparou as consequência dos dois desastre – barragem de Fundão e Tsunami – e reforçou a importância da participação das comunidades na busca por soluções.

Olhar para o futuro

Durante o evento, o diretor-presidente da Fundação Renova, Roberto Waack, falou sobre a necessidade de se olhar para o futuro. “A gente sabe que está só começando esse processo e que tem que endereçar não só as questões relacionadas à reparação dos danos, mas principalmente a todo esse universo da reconstituição e da restauração do uso da terra, do uso da água, da forma como a gente lida com esses recursos naturais, humanos e econômicos da região.”  

A Fundação e todos os demais atores do processo estão num caminho de descoberta permanente de fronteiras. Todos os dias surgem informações novas, sobre compostos químicos, sobre a biodiversidade da região, sobre as dinâmicas do Vale, tanto do rio quanto das comunidades ribeirinhas.

Diante dessa complexidade, Waack discute o fato de não ser possível encontrar respostas simples e da inevitável convivência com a incerteza, com o erro e com a ambiguidade.  O caminho mais promissor para lidar com essas situações é o diálogo. “Diálogo é isso: ouvir, informar, redesenhar”, afirma Waack.

Galeria de imagens

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Cláudio Boechat, professor associado da Fundação Dom Cabral (FDC)

Cláudio Boechat, professor associado da Fundação Dom Cabral (FDC)

Roberto Waack, diretor-presidente da Fundação Renova

Roberto Waack, diretor-presidente da Fundação Renova

Roberto Waack, diretor-presidente da Fundação Renova

Roberto Waack, diretor-presidente da Fundação Renova

Pavan Sukhdev, especialista em desenvolvimento sustentável e economia verde

Pavan Sukhdev, especialista em desenvolvimento sustentável e economia verde

Pavan Sukhdev, especialista em desenvolvimento sustentável e economia verde

Pavan Sukhdev, especialista em desenvolvimento sustentável e economia verde

Satya Tripathi, secretário do Comitê Diretor do Tsunami Global Lessons Learned Project (TGLLP)

Satya Tripathi, secretário do Comitê Diretor do Tsunami Global Lessons Learned Project (TGLLP)

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Encontro com Pavan Sukhdev

Cláudio Boechat, Pavan Sukdev e Roberto Waack

Cláudio Boechat, Pavan Sukdev e Roberto Waack

Galeria de Vídeos

Compartilhar:

Deixe seu comentário